Universidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1488 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Acadêmico
Profª: Marcia Germana Alves de Araujo Lobo
Turmas: 1910
Disciplina: Introdução as Ciências Farmacêuticas

Palmas-TO 2011

Referência Bibliográfica

http://pt.scribd.com/doc/54795452/2/HISTORIA-DAS-PLANTAS-MEDICINAIS

HISTÓRIA DAS PLANTAS MEDICINAIS
Desde o ano 3000 a.C. têm-se informações que a China dedicava-se ao cultivo de plantas medicinais. O Imperador Sheng-Nungutilizou uma série de plantas em seu próprio corpo, para saber o efeito que provocavam. Entre tantas destacou o uso da raiz de ginseng, anunciando ser a mais fabulosa das ervas e que favorecia a longevidade. Escreveu um tratado denominado PEN TSAO, verdadeira farmacopéia que englobava todo o saber relacionado com o uso de plantas como medicamentos
A história conta que o Imperador viveu 123 anos,sempre experimentando as ervas e tomando ginseng, erva que nos dias atuais é muito utilizada para regenera-ção dos tecidos, melhoria do funcionamento de algumas glândulas, para o rendi-mento físico e mental, dores de cabeça, amnésia, como apoio no tratamento de grande número de doenças do coração, dos rins e dos sistemas nervoso e circulató-rio.
Em seu "Cânone das Ervas" foram mencionados 252 plantas.Em 2798 a.C., o Imperador Huang Ti, formalizou a Teoria Médica no Nei Ching. No século VII, no governo da dinastia Tang, foi impressa e distribuída uma revisão do "Câ-none de Ervas.
Li-Chi-Chen (1578), completou seu “Compêndio de Matéria Médica” on-de reuniu todos os conhecimentos existentes no campo da farmacologia, com 1954 prescrições médicas, relacionando mais de 1000 drogas de origemvegetal, animal e mineral, distribuídos em 16 capítulos.
Placas de barro de 3.000 a.C. registraram importações de ervas para a Babilô-nia. Por volta de 2.000 a.C. aconteceram às trocas com a China, de ginseng, a erva da longevidade. A farmacopéia babilônica abrangia 1400 plantas.
O primeiro médico egípcio conhecido foi Imhotep ( 2980 a 2900 a.C.), grande curandeiro, que utilizava ervas medicinais emseus preparados mágicos. Os Papiros de Ebers, do Egito, foram um dos herbários mais antigos que se tem conhecimento, datando de 1550 a.C., e ainda está em exibição no Museu de Leipzig ( são 125 plantas e 811 receitas).
Nessa mesma época os médicos indianos desenvolviam avançadas técnicas ci-rúrgicas e de diagnóstico e usavam centenas de ervas nos seus tratamentos. Os hin-dus consideram as ervascomo as "filhas prediletas dos deuses".
Sabe-se que desde 2300 a.C., egípcios, assírios e hebreus cultivavam diversas ervas e traziam tantas outras de suas expedições.
Nesses tempos, as plantas eram muitas vezes escolhidas por seu cheiro, acreditavam que certos aromas afugentavam os espíritos das enfermidades. Essa crença continuou até a Idade Média, onde os médicos usavam no nariz um aparelhopara perfumar o ar que respiravam.
Os egípcios utilizavam além das plantas aromáticas, muitos outras com efeitos diversos. Também na arte de embalsamar os cadáveres para guardá-los da deterio-ração, experimentaram muitas plantas.
Diocles (400 a.C.) escreveu o primeiro livro sobre ervas conhecido no Ociden-te. Foram os gregos os primeiros a sistematizar os conhecimentos adquiridos até en-tão.Hipócrates (460- 361 a.C.), denominado “Pai da Medicina”, reuniu em sua o-bra "Corpus Hipocratium" a síntese dos conhecimentos médicos de seu tempo, indi-cando para cada enfermidade o remédio vegetal e o tratamento.
Teofrasto (372-285 a.C.), em sua “História das Plantas”, catalogou 500 espé-cimes vegetais.
No século XIII a.C., Asclépio, curandeiro grego, grande conhecedor das ervas, concebe um sistemade cura, (também chamado de Esculápio de Cos) fundando o primeiro spa que se tem conhecimento, em Epidauro. Era baseado em banhos, chás, jejum, uso da música como terapia, jogos e teatros. Tales de Mileto e Pitágoras compilaram essas receitas (Oka, 1998).
O conhecimento grego sobre as ervas foi adquirido na Índia, Babilônia, Egito e até na China.
Crateus, século I a.C., publicou a primeira...
tracking img