Unidade beneficiadora

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4580 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO

A agricultura é considerada o marco inicial do desenvolvimento da economia brasileira, pois foi na atividade agrícola que se enraizou a formação econômica do Brasil. Porém, a crise (oscilações de preços, protecionismo, etc.) que vem se abatendo sobre a agricultura está redefinindo processos e espaços de produção. Diante disso, novos processos de produção se organizam, ao mesmotempo em que perfis dos produtores são redefinidos. As transformações sociais, principalmente aquelas que afetam o hábito de consumo da população, têm interferido de maneira intensa nas relações entre os vários segmentos das diversas cadeias produtivas. Neste sentido, as relações tendem a ampliar a interdependência e a especialização do setor produtivo rural, visando atender às exigênciascrescentes em quantidade (escala de produção) e qualidade intrínseca dos produtos. Os consumidores procuram, cada vez mais, atender às suas necessidades alimentares com uma dieta equilibrada, em que os hortifrútis entram como importantes fornecedores de vitaminas e minerais (VILELA, 2003). Dentre os argumentos mais freqüentes se discute mundialmente a segurança alimentar, em que o produto deve ser seguropara quem produz, consome e para o meio ambiente (SPERS, 2000). Dessa forma, o consumidor assume um papel decisório e ativo sobre a distribuição do produto e seu padrão de qualidade (JUNQUEIRA, 1999).
No mercado, nota-se uma tendência cada vez maior de perda de importância das Centrais de Abastecimento e o aumento de concentração no comércio varejista, com a intensificação de aquisições depequenas e médias empresas do setor por grandes grupos nacionais e multinacionais. Essa tendência está bastante avançada em países mais ricos, como nos Estados Unidos e na Europa (JUNQUEIRA, 1999).
A concentração no setor varejista deve ser encarada pelo produtor como um novo desafio na gestão da comercialização de produtos hortifrútis. A mudança de negociação de atacadistas para varejistas nãooferece vantagens tão claras como se imagina, pela simples perda de intermediários na cadeia. O processo negocial adotado pelas grandes redes de hipermercados, principalmente as multinacionais, tem trazido dificuldades semelhantes ou maiores para os produtores que estão nesse sistema de venda direta. Em decorrência deste processo, tem-se observado uma maior segmentação de mercado, criando oportunidadespara o consumo de produtos dirigidos aos consumidores de renda mais elevada.
Diferentes tipos de processamento de hortaliças têm sido valorizados por aqueles consumidores que apresentam interesse por novidades na área alimentar para consumo "in natura" (no caso do processamento mínimo), por produtos semi-prontos, saudáveis ou seguros.
Na década de 70 surgiram, nos Estados Unidos, vegetaispré-processados, reunindo a praticidade e a conveniência. Esse mercado se expandiu e continua crescendo em todo mundo, principalmente nos países desenvolvidos, justamente para atender a demanda mundial de vegetais frescos minimamente processados ou "prontos para o consumo". O conceito de minimamente processado engloba todos os produtos frescos submetidos a pequeno processamento, normalmente, seleção,lavagem, corte, fatiamento e embalagem.
Como o mercado dos vegetais minimamente processados é representado por um público seletivo e exigente, deve-se priorizar o padrão de qualidade já na produção, utilizando-se variedades de acordo com as preferências do consumidor (cor, tamanho e sabor), e escolha correta dos insumos para o fornecimento constante e com qualidade homogênea. Para o produtor asprincipais vantagens são agregar valor ao produto, eliminar intermediários, redução de perdas e obter preços constantes ao longo do ano sem depender de cotações sazonais.
Para os consumidores as vantagens das hortaliças minimamente processadas são: a praticidade, pois o produto vem pronto para consumo; alta qualidade sanitária; manutenção das características sensoriais e nutricionais do vegetal...
tracking img