Uma multi nacional realmente sustentavel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3176 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Multinacional realmente sustentável

Sem sombra para dúvida que a Philips foi, ao longo dos tempos, um do mais emblemático fabricante da história da rádio e da eletrônica. Dentro desse tempo também vem contando com um ponto importantíssimo que é a sustentabilidade que nada mais é que um conceito sistêmico; relacionado com a continuidade dos aspectos econômicos, sociais, culturais e ambientaisda sociedade humana. Muitas empresas adotaram este conceito, preocupados com a situação Global, Econômico e Ambiental de nosso Planeta.

A Philips vem mostrando através de projetos a sua preocupação, se tornando uma das maiores Empresas que trabalham para um planeta Sustentável, como veremos a aqui. Esse conceito representa promovera exploração de áreas e uso de recursos naturais de forma a ajudar o equilíbrio entre o meio ambiente e as comunidades humanas e todo o planeta, de acordo com, Flávia Moraes, da FCM Consultoria em Sustentabilidade. Flávia gerenciou a área de sustentabilidade da Philips para a América Latina até 31 de agosto de 2008. Diz:

"Para sermos realmente sustentáveis, devemos entender e interagir com asociedade, perceber o que acontece à nossa volta e harmonizar demandas com a estratégia de atuação”.

Mas para entender sobre a sustentabilidade da Philips vamos conhecer um pouco sua história.
Em 1891 nasce a Philips na cidade de Eindhoven (Holanda), já iniciando com a fabricação de lâmpadas de filamento de carbono. O negócio prospera e antes da viragem do século, a Philips é já o maiorfabricante de lâmpadas do mundo.

Ao longo dos anos a lista de inventos só tem crescido, logo a seguir podemos notar a evolução. Com Unidade em 32 países e comercialização de seus produtos para 150 nações. A Philips não parou só nas lâmpadas Os desenvolvimentos nas novas tecnologias de iluminação incentivaram um programa de expansão regular e, em 1914 criou o primeiro laboratório de pesquisas ecomeçou a apresentar inovações em tecnologia de raios-X e rádio, de modo a estimular ainda mais a inovação dos produtos.

Já em 1910 com dois mil colaboradores era maior e única empregadora da Holanda. A PHILIPS veio para o Brasil em 1924 primeiro no Rio de Janeiro e se expandindo por alguns estados brasileiros como: Amazonas, Minas Gerais, Pernambuco, Rio Grade do Sul, SãoPaulo e Distrito Federal.

Em 1918 a Philips inicia a produção de válvulas inventando as de filamento de baixo consumo, ideais para equipamentos alimentados a baterias, denominada de "MINIWATT". Posteriormente, o termo Mini watt se tornou sinônimo de válvulas Philips.

Já tinham sido criadas empresas de marketing nos EstadosUnidos e em França, antes da Primeira Guerra Mundial, assim como na Bélgica, em 1919.

Na década de 20 assistiu-se a uma explosão no número de empresas desta área. Foram nesta altura que a Philips começou a proteger as suas inovações com patentes, em áreas como os raios-X e a recepção de rádio. Isto marcou o início da diversificação da sua gama de produtos. Tendo introduzido um tubo de raios-X em1918, a Philips envolveu-se nas primeiras experiências de televisão em 1925. Começou a produzir rádios em 1927 e, em 1939, quando lançou o primeiro barbeador elétrico Philips, a empresa empregava 45 mil pessoas em todo o mundo.

Em 1928 a Philips já era a maior fabricante de Rádios na Europa. Em 1932, já tinha atingido um milhão deunidades vendidas. Um ano mais tarde, a produção de válvulas de rádio chegou aos 100 milhões, tendo também iniciado a produção de equipamento médico de raios-X nos Estados Unidos.

A ciência e a tecnologia passaram por um grande desenvolvimento nos anos de 1940 e 1950, com a Philips Research inventando as cabeças giratórias que levaram...
tracking img