Um olhar sobre a literatura africana

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3097 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UM OLHAR SOBRE A LITERATURA AFRICANA


Edna Machado da Silva.
Michele Oliveira de Moura



RESUMO

Este artigo constitui uma introdução ao estudo dos contos africanos, buscando demonstrar traços da cultura da África bem como fazendo uma comparação entre literatura africana e literatura brasileira, para tanto tomou-se por base o estudo do livro “Contos Africanos para CriançasBrasileiras”, do autor Rogério Andrade Barbosa. Procurou-se enfocar a história dos contos, tais como surgimento, principais características, dentre outros aspectos.

Palavras-chave: contos africanos – literatura – África


ABSTRACT

This article is an introduction to the study of African tales, trying to show traces of African culture as well as making a comparison between African literatureand Brazilian literature, for that was taken based on the study of "African Tales for Children in Brazil", the author Rogério Andrade Barbosa. We tried to focus on the history of the stories, such as appearance, key features, among other things

Key-words: African stories - literature - Africa

1. INTRODUÇÃO

. O livro aqui analisado constitui uma adaptação da literatura africana econstitui-se de dois contos, contando vinte e quatro páginas, foi ilustrado por Mauricio Veneza. As estórias abordadas falam de animais, procuram dar uma explicação criativa para a origem das coisas, por exemplo, de como o jabuti adquiriu o casco rachado que hoje possui. Buscou-se analisar os contos de acordo com a sua estrutura, quanto à sua temática, quanto as personagens, quanto a seu efeito, quanto àssuas ilustrações, entre outros aspectos.

Palavras-chave: contos africanos – literatura – África

1. Contextualização autor e obra

Rogério Andrade Barbosa é professor escritor, contador de histórias e ex-voluntário das Nações Unidas na Guiné-Bissau. Graduou-se em Letras na UFF (RJ) e fez Pós-Graduação em Literatura Infantil Brasileira na UFRJ. Trabalha na área de literatura Afro-Brasileira eprogramas de incentivo à leitura, proferindo palestras e dinamizando oficinas.
Publicou em 20 anos de carreira, mais de 70 livros infantis e juvenis, alguns traduzidos para o inglês, espanhol e alemão. Participou como autor, palestrante e contador de histórias em eventos literários e Feiras do Livro na Alemanha, Cuba, Itália, México, Peru, Angola e República Dominicana. E dos Congressos doIBBY(International Board on Books for Young People) em Cartagena (Colômbia-2000), Basel (Suíça-2002), Cape Town (África do Sul-2004) e Macau (China 2006) e Copenhagem (Dinamarca-2008).
Recebeu por suas publicações vários prêmios dentre os quais destacam-se: Altamente Recomendável para Crianças e Jovens - FNLIJ (Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil) em 1988, 1990, 1993, 1995, 1996, 2000,2001, 2002, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007 e 2008; THE WHITE RAVENS, Alemanha 1988 e 2001 (Selecionado para o acervo da Biblioteca Internacional de Literatura Infantil e Juvenil de Munique); LISTA DE HONRA DO IBBY, Suíça, 2002; TROFÉU VASCO PRADO (Jornada Nacional de Literatura), Passo Fundo, 2003; PRÊMIO DA ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS de Literatura Infanto-Juvenil, Rio de Janeiro, 2005; PRÊMIO ORI2007 (Secretaria das Culturas do Rio de Janeiro) - Homenagem aos que se destacam na valorização da matriz negra na formação cultural do Brasil.
Segundo o próprio autor o livro “Contos Africanos para crianças brasileiras”, é um dos resultados de sua estadia por dois anos em Guiné Bissau, na África, diz ele: “Desde que retornei ao Brasil, escrevi dezenas de livros para crianças e jovens, muitosdeles baseados na fantástica literatura tradicional africana”.
Diz ainda sobre os contos africanos:
“Os livros destinados ao público infanto-juvenil, abordando temáticas afro-brasileiras - contos, lendas, cerimônias e festejos tradicionais - têm contribuído para o conhecimento da realidade africana, acentuando, entre outras coisas, a sua ampla diversidade religiosa (...) É importante que...
tracking img