Tratamento inicial de grande queimadura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2561 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Tratamento inicial do grande queimado

Autores: Maria Cristina do Valle Freitas Serra e Antônio Silvio de Araújo
1. Introdução
Tendo em vista o fato de a queimadura ser um processo dinâmico, o médico que faz o primeiro atendimento tem em suas mãos a possibilidade de modificar a evolução final da lesão se agir com rapidez, precisão e bom senso.
O principio básico do atendimento é começarimediatamente pelo tratamento das condições que colocam a vida em risco para, em seguida, obter uma completa avaliação da área queimada. O sucesso deste atendimento dependerá da abordagem sistemática, realizada por uma equipe, atuando simultânea e coordenadamente.
Equipes de emergência sem treinamento específico, que se preocupam mais com os cuidados tópicos do que com o estabelecimento rápido de umacesso venoso para a reposição volêmica, cometem um grande erro ao permitir que um organismo já tão lesado pelo trauma térmico sofra as conseqüências danosas de um grave choque hipovolêmico.
É importante estar atento, porque uma queimadura de qualquer tamanho pode ser uma lesão séria, e a aplicação em tempo apropriado de medidas simples de emergência minimizam a morbidade e a mortalidade destaslesões.

2. Conduta Básica no Primeiro Atendimento
No primeiro atendimento a um paciente vítima de queimadura ainda no local do acidente ou ao recebê-lo na sala de emergência, o clínico deve direcionar inicialmente sua observação para as vias aéreas, avaliar o estado hemodinâmico e observar se existem traumas associados. A seguir, deverá determinar a superfície e a profundidade das queimaduras.Com base nos princípios do Advanced Trauma Life Support Course (ATLS) para os pacientes traumatizados, podemos normatizar o atendimento do paciente queimado da seguinte forma:
A (airway) — As vias aéreas devem ser avaliadas imediatamente tentando afastar a presença de lesão por inalação e traumas associados ou obstruções. A inalação de fumaça está presente em pacientes com história dequeimadura em ambiente fechado com presença de fumaça. Ao exame, detectamos queimaduras de vibrissas nasais, tosse com escarro carbonado e ausculta pulmonar com presença de broncoespasmo. Os sinais de obstrução da via aérea podem não ser óbvios imediatamente, mas se presentes, eles devem alertar ao médico quanto a uma potencial obstrução das vias aéreas2.
Qualquer paciente com suspeita de envenenamentopor monóxido de carbono e inalação deve receber oxigênio a 100% úmido através de máscara. A obstrução das vias respiratórias superiores, quando ocorre, pode progredir muito rapidamente. Pacientes com queimaduras de faringe, estridor ou rouquidão apresentam alta probabilidade de desenvolver obstrução das vias respiratórias superiores e devem ser intubados antes de serem transferidos. É importante queo tubo esteja bem fixado, porque pode ser impossível repor um tubo endotraqueal em razão da obstrução das vias respiratórias superiores por edema.
B — Verificar a freqüência e profundidade da respiração. Auscultar o tórax. Avaliar a necessidade de oxigênio sob máscara, nebulização e intubação. Colher gasometria arterial.
A traqueobronquite com espasmo severo e sibilos pode ocorrer nos primeirosminutos até horas após a lesão. É sempre prudente ministrar oxigênio a 100% para todos os pacientes com queimaduras acima de 20% da superfície corporal. Também é importante reavaliar freqüentemente a necessidade de oxigênio sob máscara, nebulização ou intubação3. Queimaduras circunferências de terceiro grau em tronco superior podem prejudicar a ventilação e devem ser rigorosamente monitoradas.
C— Após estabelecer a permeabilidade da via aérea, deve-se instalar acessos venosos, preferencialmente periféricos, com cateteres de maior diâmetro possível ou realizar dissecção de veia profunda. Iniciar reposição volêmica com Ringer lactato (2.000 mL em bolus para adultos e 20 mL/kg para crianças). Instalar cateter vesical para avaliar a diurese. O débito urinário deve ser mantido entre 30 e...
tracking img