Transporte

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5203 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ESCOLA TÉCNICA ZONA LESTE
CURSO TÉCNICO DE LOGÍSTICA

Baltazar, Henrrique, Luis Carlos,Paloma,Marcos, Luiz Cludio.
02,13, 20,25,23,33

GESTÃO DE TRANSPORTE

OPERAÇÕES DE FROTAS

São Paulo
2011

Sumário
INTRODUÇÃO 4

Operação de Frotas e Prazos 6

História 6

Gestão 6

Software 7

Temas abordados nos Softwares 8

Problemas 8

Curiosidades Tecnológicas 9Características do caminhão 9

Algumas empresas 11

Transporte Aéreo 11

Transporte Ferroviário 12

Unidades da CP 13

Transporte Terrestre 13

Roteirização 18

INTRODUÇÃO
“ A grande concentração populacional nos grandes centros urbanos tem provocado o aparecimento de um número cada vez maior de pontos de atendimento. Ao mesmo tempo, tentando evitar o "caos urbano", provocado porum número cada vez maior de veículos, as companhias de engenharia de tráfego têm imposto uma série de restrições tanto de tamanho como de horários de circulação de veículos, nas operações de coleta e/ou entrega de produtos.
Além disso, com a era da globalização e a introdução da filosofia de Gestão da Cadeia de Suprimentos (GCS), os clientes têm se tornado cada vez mais exigentes no que dizrespeito à qualidade e prazos de entrega, gerando uma competitividade crescente e uma busca por serviços cada vez mais customizados que, para as empresas de distribuição de produtos, tem se tornado um fator cada vez mais importante na obtenção de vantagem competitiva e conquista de fatias cada vez maiores do mercado.
Nesse sentido, muitas empresas de transporte têm tentado dar maiorconfiabilidade, mais velocidade e flexibilidade, assim como praticar a intermodalidade em todos os seus canais de distribuição, buscando maior eficiência e pontualidade nas tarefas de entrega e/ou coleta; um melhor aproveitamento da frota e dos motoristas; menores tempos de ciclo; menores tempos de obtenção e melhor planejamento das rotas, gerando assim sensíveis reduções de custos operacionais, melhoriada imagem da empresa no mercado, maior fidelidade de clientes e, em função disso, uma conquista cada vez maior de fatias de mercado. De modo a obter excelência nos processos de distribuição física, muitas empresas têm adquirido os chamados os sistemas de roteirização e programação de veículos (SRPV).
Sistemas de roteirização e Programação de Veículos ou, simplesmente, roteirizadores sãosistemas computacionais que, através de algoritmos,geralmente, heurísticos e uma apropriada base de dados, são capazes de obter soluções para problemas de roteirização e programação de veículos (PRPV) com resultados relativamente satisfatórios, consumindo tempo e esforço de processamento relativamente pequenos quando comparados aos gastos nos tradicionais métodos manuais.
Atualmente tais sistemaspodem considerar inúmeros tipos restrições ou condicionantes (ex.: um ou mais depósitos, janelas de tempo, vários tipos de veículos, tempos de parada, velocidades variáveis, limitações de capacidade, múltiplos compartimentos por veículo, barreiras físicas, restrições de circulação de veículos e de jornadas de trabalho, etc.) que tornam possível a obtenção de modelos muito próximos da realidadeatual. Além disso, são dotados de poderosos recursos gráficos e podem fornecer resultados (ex.: roteiro e programação de cada veículo, relatórios de utilização dos veículos, relatórios de programação do motorista, etc.) que são de grande importância para o processo de tomada de decisão.”

(http://www.scielo.br 07/04/2011 19:47)

Operações

“A função de operação engloba todas as atividadesde movimentação física de carga e administração e o controle de todos os meios utilizados para realizá-la.

A função abrange serviços realizados pela equipe de operações, a transferência pelos veículos de longo curso, coleta e entrega, manutenção, postos de serviço da empresa, armazéns, instalações e equipamentos de movimentação, desempenho, layout, qualidade do serviço etc.

Constituem...
tracking img