Transporte de petroleo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 96 (23845 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE UNIDADE DE ENSINO DE MOSSORÓ CURSO DE OPERADORES DE PETRÓLEO E GÁS

INTRODUÇÃO AO PETRÓLEO

Foto: Poço pioneiro da Petrobrás em Mossoró-RN (Revista da Petrobrás, Vol. 21: 1995)

Prof. Alexandre da Costa Pereira

Abril de 2006

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO RN FUNCERN / PETROBRÁS

PROGRAMADE DISCIPLINA ▫ OBJETIVOS: Proporcionar aos alunos conhecimentos básicos relacionados à indústria do petróleo, em particular os relacionados à participação da PETROBRAS no setor, bem como noções sobre geologia do petróleo e reservatório: origem e condições de acumulação do petróleo, características de interesse dos ambientes de sedimentação (bacias sedimentares), formações rochosas selantes erochas reservatório. ▫ BASES CIENTÍFICO-TECNOLÓGICAS: PETROBRÁS E A INDÚSTRIA DO PETRÓLEO (8h) 1. Breve histórico da PETROBRAS 2. Como está organizada a PETROBRAS 3. Missão, Visão, Código de Ética e principais metas do Plano Estratégico da empresa 4. O ciclo produtivo do petróleo 5. Como está organizado o segmento E&P 6. Regulamentação do mercado de petróleo e papel da ANP 7. Geopolítica de PetróleoNOÇÕES DE GEOLOGIA E RESERVATÓRIO (16h) 1. Formação do petróleo: origem, migração e acumulação 2. Noções de geologia 3. Propriedades das rochas e tipos de reservatórios 4. Porosidade, permeabilidade e IP 5. Pressões representativas de um reservatório 6. Efeitos e ocorrências em reservatórios 7. Métodos de Recuperação Suplementar ▫ PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS: • Aulas expositivas com utilização derecursos audiovisuais.

▫ AVALIAÇÃO: • Exercícios de fixação após cada tópico e avaliação escrita do tipo prova com questões objetivas ou de múltipla escolha (com duração de 2 horas).

2

PETROBRÁS E A INDÚSTRIA DO PETRÓLEO
1. Breve histórico da PETROBRAS Na década de 30, surgiu no Brasil a tendência à nacionalização dos recursos do subsolo. Em 1938, toda a atividade petrolífera passou,por lei, a ser obrigatoriamente realizada por brasileiros. Também neste ano, foi criado o Conselho Nacional do Petróleo (CNP), para avaliar os pedidos de pesquisa e lavra de jazidas de petróleo. O decreto de criação do CNP também declarou de utilidade pública o abastecimento nacional de petróleo e regulou as atividades de importação, exportação, transporte, distribuição e comércio de petróleo ederivados e o funcionamento da indústria do refino. Além disso, as jazidas de petróleo, embora ainda não localizadas, passaram a ser consideradas patrimônio da União. O refino de petróleo no Brasil começou em 1932, ao ser instalada a Destilaria Sul-Riograndense, em Uruguaiana-RS. Em 1936 inauguraram-se duas outras refinarias: a de São Paulo, com capacidade de oitenta metros cúbicos, e a de Rio GrandeRS, capaz de produzir o dobro. Em 1959, o CNP instalou em Mataripe-BA a Refinaria Nacional de Petróleo, mais tarde denominada Refinaria Landulfo Alves. A criação do CNP marca o início de uma nova fase da história do petróleo no Brasil. Outro acontecimento notável neste período foi a descoberta de petróleo em Lobato, na Bahia, em 1939, realizada pelos pioneiros Oscar Cordeiro e Manoel InácioBastos. Mesmo sendo considerada sub-comercial, a descoberta incentivou novas pesquisas do CNP na região do Recôncavo baiano. Em 1941, um dos poços perfurados deu origem ao campo de Candeias, o primeiro a produzir petróleo no Brasil. As descobertas prosseguiram na Bahia, enquanto o CNP estendia seus trabalhos a outros estados. No final da década de 40, cresceu a polêmica sobre a melhor política a seradotada pelo Brasil em relação à exploração do petróleo. As opiniões se radicalizavam, em sentidos opostos: havia grupos que defendiam o regime do monopólio estatal, enquanto outros eram favoráveis à participação da iniciativa privada. Depois de uma intensa campanha popular, o presidente Getúlio Vargas assinou, a 3 de outubro de 1953, a Lei 2004, que instituiu o monopólio estatal da pesquisa e...
tracking img