Tranporte de cargas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (547 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1- Introdução
“Não se administra o que não se mede” esta frase originalmente em inglês é citada por vários autores, inclusive é uma marca registrada, entre eles o mais consagrado é Peter Drucker1,essa frase define bem a dificuldade de se analisar e avaliar o desempenho de um processo, ou até mesmo de um nível de serviço. No Brasil o modal Rodoviário está relacionado como o principal meio detransporte de cargas. Esse domínio no Brasil teve inicio na década de 50, com a implantação da indústria automobilística, e com a pavimentação das principais rodovias, e o baixo preço do combustívelderivado do petróleo no inicio do século ALVARENGA e NOVAES (1997, p.106). Essas “vantagens” do modal rodoviário fizeram com que o Brasil se esquece de investir-nos outros meios, principalmente noferroviário que era o mais utilizado naquela época.
1 Google Answers. "If you can't measure it, you can't manage
“It”. Disponível em http://answers.google.com/answers/threadview?id=139473, acesso em 11set. 2010.
Segundo a revista as Maiores dos Transportes (2001, p.11), a dependência do Brasil no modal rodoviário está entre 65% a 75%. Se compararmos o Brasil com os principais países, veremos comoos países desenvolvidos utilizam diferente sua matriz de transporte, segundo FLEURY (2001, p.2) nos países como Austrália, EUA, China, esses números são bem menos expressivos em torno de 30%, 28%,18% respectivamente no uso do meio rodoviário. Essa grande diferença se dá devido ao Brasil não investir nos outros modais como Ferroviário, Hidroviário, Duto viário. Já o boletim Estatístico daConfederação Nacional de Transportes CNT, (2007) mostra uma porcentagem um pouco mais detalhada da matriz de transporte de cargas. Na Figura 1 podemos analisar com exatidão a porcentagem dos modais emrelação ao transporte de cargas no Brasil.

.

Atualmente estima-se que existam cerca de 159.125 empresas de transporte Rodoviário, e mais de 817.600 autônomos, enquanto no Ferroviário são apenas 8...
tracking img