Trajetoria do movimento ambientalista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1606 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
TRAJETÓRIA DO MOVIMENTO AMBIENTALISTA
O texto apresenta atenção aos fatos que construíram os movimentos ambientalistas. Cita que desde muito antes das crises e problemas ambientais começarem a aparecer, pensadores, líderes e naturalistas já apontavam em seus estudos que algum tipo de prevenção deveria ser tomada para frear poluições, desmatamentos e degradação ambiental.
Por volta do séculoXIX, foi criado o primeiro grupo ambientalista privado (1865); que promovia campanhas de preservação de áreas verdes urbanas. Descobertas mostraram que a preocupação ambiental mais profunda e consistente não nasceu originalmente na Europa e EUA como se divulga, mas sim em áreas coloniais como Caribe, Índia, África do Sul, Austrália e América Latina, que eram locais de grandes explorações predatóriasfeitas de forma inadequada. No Brasil, a preocupação desenvolveu-se pelos críticos à exploração colonial, visando o rompimento desse sistema (preocupação política).
Nos Estados Unidos, o final do século XIX foi marcado pelos movimentos preservacionistas que presavam pela proteção da flora, fauna e áreas naturais, estimulando a construção de parques protegidos; e os conservacionistas que prezavampela conservação dos recursos naturais, defendendo a exploração racional. Seguindo a tendência de implantação de parques, o Brasil em 1896 criou o Parque Estadual da Cidade de São Paulo.
Na Década de 1930 foi criada a Sociedade Amigos de Alberto Torres, que pregava o uso racional dos recursos naturais; contribuiu para a formulação do Primeiro Código de Águas e Minas, e Primeiro Código FlorestalBrasileiro.
Após a Segunda Guerra Mundial, várias pesquisas e publicações científicas sobre a questão ambiental foram realizadas; além de importantes tratados de ecologia, focalizando nas consequências das atividades humanas sobre o ambiente.
Em 1957, o francês Maximilien Sorre já tratava em sua obra a respeito de uma possível crise de petróleo e desequilíbrio ecológico provocado pela açãohumana; em 1948 já havia feito uma crítica a respeito do consumismo e desperdício acelerado, problemas que hoje estamos vivenciando. Ao longo das décadas de 1950 e 1960 várias questões influenciaram a formação de movimentos ambientalistas mais amplos, também ocorreram protestos em massa, a citar o realizado por Martin Luther King.
Após a Segunda Guerra Mundial foi criado um amplo movimentoambientalista devido a várias questões que estavam ocorrendo, como testes atômicos, divulgações de desastres ambientais, denúncias de contaminação, avanço no conhecimento científico etc.
Os testes atômicos ganharam muita atenção na década de 1950, onde o perigo de precipitação nuclear rodeava principalmente a saúde humana. Foram no total 423 detonações nucleares, até que em 1963 com o Tratado de ProibiçãoParcial de Testes Nucleares os estes atmosféricos foram banidos, porém deixando brechas para os testes subterrâneos.
Muitos desastres ambientais gravíssimos foram registrados pelo mundo devido a nevoeiros sulforosos, gases poluentes, descartes de resíduos tóxicos nos rios, liberação de radioatividade, entre outros, que ocasionaram muitas mortes e consequências graves (Década de 1950). Todos essesefeitos foram atraindo maior atenção do público, que através de campanhas ambientais, começaram a perceber qual era o preço do desenvolvimento econômico sem cuidado algum.
A publicação Primavera Silenciosa, de Rachel Carson em 1962, impulsionou a revolução ambiental, pois abriu à população de forma acessível as implicações da produção e utilização de pesticidas e inseticidas químicos sintéticos.Durante a década de 1960, vários relatórios foram publicados por entidades científicas relatando os efeitos nocivos da atividade humana decorrentes principalmente do processo industrial. Críticos e oponentes do ambientalismo tomavam como base a falta de precisão em resolver tais problemas por parte da comunidade científica.
N final da década de 60, antropólogos levantaram a questão referente o...
tracking img