Trabalhos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1515 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Curso de Tecnólogo em Gestão Hospitalar










INTERPRETAÇÃO DO CONTO: “ENTRE AS FOLHAS VERDES O”
Autora: Marina Colasanti




Nickia Najara Rodrigues Santos










BELO HORIZONTE
2013
Nickia Najara Rodrigues Santos












INTERPRETAÇÃO DO CONTO: “ENTRE AS FOLHAS VERDES O”
AUTORA: MARINA COLASANTI



Trabalho apresentado à disciplinade língua portuguesa, da Professora Fátima Bessa, para obtenção de nota relativa ao 1° semestre/2013.


Nota:_______________
Data:_______________
Assinatura da Professora:___________________




BELO HORIZONTE
2013
SUMÁRIO

1 – INTRODUÇÃO 4
2 - QUESTIONÁRIO 5
2.1 - O que o conto tem a ver com comunicação? 5
2.2 - Qual a relação entre linguagem e poder existente no conto? E foradele? 5
2.3 - No conto há expressões como “linguagem do palácio” e “linguagem da floresta”. Essas duas formas de linguagem podem ser comparadas com outras formas de linguagem existentes na sociedade? De que maneira? 5
2.4 - “Falar a mesma língua”. O que significa isso dentro do conto? E fora dele? 6
2.5 - Qual a importância de falar a mesma língua nas relações humanas e profissionais? 6
2.6 -Dentro de um mesmo idioma pode haver diferenças quanto à linguagem? Como você observa isso? 6
2.7 - Havia divergência entre o desejo da corça e do príncipe. No final o que prevalece? Que interpretações são possíveis para o desfecho da história? 7
3 – CONCLUSÃO 7
4 – ANEXO 8
5 – REFERÊNCIAS 9


1 – INTRODUÇÃO


Este trabalho objetiva a análise do conto “Entre as folhas verde O”, deautoria da escritora Marina Colasanti, a partir de um questionário formulado pela professora Fátima Bessa.

Será analisado como diversas formas de linguagem podem contribuir, positiva e negativamente para a comunicação social entre as personagens do conto, bem como dentro de um convívio sócio-profissional na sociedade moderna.











2 - QUESTIONÁRIO

2.1 - O que o conto tema ver com comunicação?

O conto está cheio de sinais que acenam para um ambiente de comunicação. As personagens estão em constante busca pela mesma, no entanto, esta comunicação não se manifesta de uma forma eficaz no que diz respeito à fala e/ou linguagem pessoal de cada personagem. Manifesta-se de uma forma pouco produtiva que se limita a gestos olhares e expressões mal compreendidas queacabam levando o príncipe a tomar uma decisão errada sobre a vontade da corça-mulher.

2.2 - Qual a relação entre linguagem e poder existente no conto? E fora dele?

Tanto fora quanto dentro do conto, onde este fora será analisado como uma vida em sociedade é possível analisar historicamente que quem tem o domínio da fala tem o poder. No conto temos o príncipe como detentor do poder manifestadopelo castelo, joias, armas, roupas e a fala sobre a natureza, que se manifesta na personagem da corça mulher, que se vê obrigada a submissão por não ter o poder da fala e consequentemente não se encaixar nos padrões da soberana sociedade.

2.3 - No conto há expressões como “linguagem do palácio” e “linguagem da floresta”. Essas duas formas de linguagem podem ser comparadas com outras formas delinguagem existentes na sociedade? De que maneira?

Podem. Dentro da sociedade podemos observar que diferentes culturas formaram diferentes formas de comunicação e linguagens. Mesmo que não haja diferença de poder em um contexto opressão x submissão dois países com línguas diferentes só se comunicam através de intérpretes ou a menos que os dois conheçam o idioma um do outro.

2.4 - “Falar amesma língua”. O que significa isso dentro do conto? E fora dele?

Que diante de uma comunicação, seja ela falada, escrita ou gestual, deverá ser possível estabelecer um entendimento em ambas as partes. Dentro do conto esta comunicação não produziu tal fruto, mesmo existindo interesse de ambas as personagens em estar juntas, este desejo não pode ser manifestado pelo simples fato de “não falarem a...
tracking img