Erliquiose

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1824 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1.INTRODUÇÃO

A pele é o maior órgão do corpo e funciona como uma barreira entre o animal e o meio ambiente, fornecendo proteção contra lesão física, química e microbiológica, e é formada pela epiderme, derme e hipoderme. Quando a pele é acometida por alguma enfermidade dá-se o nome de dermatopatia, que podem ser por várias causas, tais como: doenças parasitárias, alérgicas, problemas cutâneosbacterianos, infecções fúngicas, tumores, etc.(FREITAS, 2011)
As enfermidades parasitárias tem grande parcela dos problemas dermatológicos nos cães, especialmente em regiões quentes.(BELETTINI et al, 2008).
Uma principal causa de dermatopatia é desencadeada por Demodex canis, um ácaro comensal da pele do cão, transmitido aos filhotes pelo contato direto com as cadelas durante o aleitamento. Adoença é conhecida também como demodicose, demodicidose, sarna demodécica, além de sarna negra.(SANTOS, SANTOS E ZAPPA, 2008).
O Demodex canis está presente, em pequenos números, na maioria dos cães normais. Os filhotes adquirem a infecção com D. canis de suas mães, durante o período da amamentação, e a maioria dos casos de sarna demodécica ocorre entre os três e seis meses de idade.(BOWMAN, 2006).Existem duas formas de apresentação da doença, com curso e prognóstico diferentes, a demodicose localizada (DL) que têm curso benigno que geralmente se resolve espontaneamente e representa cerca de 90% dos casos, e a forma generalizada (DG) que é a evolução a partir da DL e é uma forma mais grave da doença, caracterizada por uma extensa reação inflamatória.(CARDENES et al, 2010).

ETIOLOGIA EAGENTE ETIOLÓGICO.

A Demodicose é causada pelo ácaro Demodex canis pertencente à família demodecidae e é um parasita obrigatório da pele de cães, morrendo facilmente por dessecação quando fora desta (FREITAS, 2011).
Os ácaros do gênero Demodex canis e Demodes cati ocorrem especificamente em cães e gatos.(MEDLEAU E WILLEMSE, 2002).
O Demodex canis são ácaros minúsculos, em forma de verme, compatas curtas e atarracadas, vivem nos folículos pilosos e nas glândulas sebáceas de mamíferos.(BOWMAN, 2006).
De acordo com Machado, Neves e Santos(2009), o Demodex canis é o agente etiológico e pertencem ao Filo arthropoda. É um parasito cutâneo obrigatório, cuja faixa térmica varia de 16 a 41C, sendo que o parasita pode viver longe do hospedeiro por mais de 30 dias(SILVA et al 2008). Demodexcanis são ácaros que apresentam pés articulados e exoesqueleto, possuem o corpo de tipo vermiforme dividido em duas partes: gnatosomo ou falsa cabeça que contém peças bucais, e o idiosomo que compreende o restante do animal, onde as patas estão inseridas, o que o diferencia de outros ácaros(GUERETZ,2005).
O D. canis é descrito como um parasita pequeno de corpo vermiforme, abdômen alongado eestriado transversalmente(CARDENES et al, 2010).
O macho adulto mede 250 μm de comprimento e em torno de 40 μm de espessura. A fêmea mede 300 μm de comprimento e 40 μm de espessura. As espécies de Demodex são do tipo hospedeiro específico. Alimenta-se de células, sebo e debris epidérmicos e é seletivo quanto à localização.(GUERETZ, 2005).

CICLO BIOLÓGICO

O ciclo de vida de D. canis é homoxeno,tem duração aproximadamente de 18 a 35 dias e possui 4 estádios evolutivos: ovo fusiforme, larva hexópoda, ninfa e adulto, ambos octópodes. O ácaro habita os folículos pilosos, as glândulas sebáceas ou, mais raramente, as glândulas sudoríparas apócrinas, alimentando-se de células, secreções e detritos epidérmicos. Em condições clínicas, os ácaros da espécie D. canis não sobrevivem fora dos folículospilosos, na superfície corporal ou fora do hospedeiro.(LEITÃO, 2008).
O ciclo de vida do D. canis é totalmente intradérmico e a única forma de vida que pode permanecer fora da unidade pilossebácea, e somente por algumas horas, é a deutoninfa, que é infectante.(CARDENES et al, 2010).

PATOGENIA

Ainda não é muito conhecida por inteiro a patogênese da demodicose.(BELETTINI et al,2008).
As...
tracking img