Trabalhos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5183 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Usinas Hidrelétricas e Termelétricas

Roteiro experimental sobre as concepções e o modo de funcionamento e sobre algumas das conseqüências.

1. Retrospectiva da eletrificação
Com o desenvolvimento técnico havido na indústria capitalista, desde as primeiras máquinas a vapor (segunda metade do século XVIII) e os primeiros motores a combustão interna (século XIX), tornou-se factível a geraçãode eletricidade através do acionamento dos dínamos e depois, dos modernos geradores. A força motriz (rotação e torque de um eixo) para esse acionamento foi obtida em duas diferentes rotas : Por meio do aproveitamento das quedas d’água nos cursos dos rios, geleiras, fjords, e de alguns lagos de altitude; daí a expressão genérica hidroeletricidade. E, por meio da expansão dos gases quentes ou dovapor d’água obtidos a partir da queima controlada de combustíveis, daí a expressão termeletricidade. O processo de eletrificação de uma localidade, região, ou país, se fundamenta na construção e operação de usinas elétricas, mas significa muito mais que isso, algo mais integrado, historicamente, geograficamente, socialmente. Mesmo quando adotamos estritamente o ponto de vista técnico, o processo deeletrificação compreende também várias etapas intrinsecamente acopladas à produção (chamada de geração de eletricidade), que é feita nas usinas, também chamadas de casas de força (power plants) ou de centrais elétricas. A começar pelas etapas de construção e montagem de tais usinas. Exigem grandes encomendas de insumos e de partes, feitas a vários setores da indústria (construção civil, construçãopesada, metalurgia do aço e ferro-ligas, cobre, alumínio, caldeiraria, montagem mecânica, eletromecânica e elétrica de grande peso e montagens de grande precisão). De modo similar, a transmissão de eletricidade em alta voltagem e a longas distâncias exige também investimentos pesados na construção de subestações com transformadores e vários outros implementos, e em “eletrovias” , sistemas de cabos(em geral aéreos e suportados por “torres”, estruturas e pórticos metálicos).

Apostila inédita, em versão experimental, sujeita a revisões e aperfeiçoamentos, elaborada especialmente para uso no Mini curso oferecido pelo autor na IX Semana de Engenharia Mecânica Unicamp, organizada pela Motriz Empresa Jr e pela SAE Campinas, dia 19 de outubro de 2005. 2 Engenheiro mecânico de produção (EPUSP,1971) Mestre em Engenharia de Produção, área de Sistemas Econômicos, (COPPE / UFRJ, 1974) doutor em Ciências Humanas (Institut de Géographie, Université de Paris I Panthéon - Sorbonne, 1982). Desde 1991, professor do Departamento de Energia da Faculdade de Engenharia Mecânica, Unicamp e na pós graduação em Planejamento Energético.
1. E, chegando próximo da extremidade dessa cadeia produtiva,fica a distribuição local de eletricidade pelas ruas, avenidas, estradas, logradouros públicos, a qual também exige investimentos em mais sub estações, e redes de fiação com postes em área urbana e em área rural. Temos que adotar um ponto de vista macro-econômico, (mesmo que o foco dessa apostila esteja concentrado no funcionamento das usinas) para buscar entender a lógica desse conjunto desde adecisão de investimento . Não a generalidade que é “investir para ter lucros”, e sim o investimento daquele tipo naquele local, incluindo a etapa do fornecimento dos materiais e serviços necessários para a concretização dos investimentos, pela sua etapa operacional e todas as suas consequências, indo até a utilização final da energia elétrica pelos variados tipos de consumidores ou usuários: *residenciais deste ou daquele tipo e renda, inclusive os da área rural e locais isolados * coletividades como escolas, hospitais, centros comerciais, * os serviços em geral, e * todos os tipos de indústrias, dentre as quais, especialmente aquelas que consomem muita eletricidade, grandes consumidoras em termos absolutos, as que têm processos industriais do tipo eletro-intensivo (alto índice de consumo...
tracking img