Trabalhos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3110 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1 CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE O SIGNO LINGUÍSTICO A PARTIR DA VISÃO SAUSSURIANA José Geraldo Pereira Baião* (zegeraes@uol.com.br) Saussure, no Curso de linguística geral, definiu a língua como um sistema de signos linguísticos, ou seja, a língua constitui, na perspectiva da Linguística sincrônica, uma estrutura em que se relacionam, segundo regras combinatórias específicas, os signos que acompõem, a partir de uma comunidade específica de falantes. Primeiramente, deve ficar patente que o signo linguístico não é um objeto, uma coisa, uma materialidade, ou, nas palavras de Saussure, uma substância. O signo constitui uma abstração, que deve sua existência ao caráter simbólico do sistema linguístico. O signo, portanto, representa um fenômeno mental ou psíquico, mas a sua constituição se dá, noentanto, a partir de eventos discursivos assentados em contextos sociais e históricos concretos e específicos, ou seja, a existência do signo linguístico não prescinde de uma sociedade de fala historicamente estabelecida. O signo constitui, antes de tudo, um produto da cultura humana e não uma entidade alheia às contingências sociocognitivas que estruturam uma comunidade linguística. O signolinguístico resulta da união entre um impacto sonoro mental e uma respectiva ideia ou conceito a ele correspondente. Assim, o signo linguístico nasce quando associamos um conceito a uma repercussão sonora psíquica, emergindo dessa relação a significação linguística. É nesse sentido que se afirma ser o signo linguístico não uma "coisa", mas sim uma relação. Exemplifiquemos o processo de constituiçãopsíquica do signo linguístico: Uma pessoa escuta de seu interlocutor o vocábulo casa ['kaza], por exemplo. Primeiramente, nesse ato comunicativo, as ondas sonoras saem da boca do emissor e atingem os ouvidos do receptor. Nos ouvidos se dá o processamento das ondas sonoras físicas e o envio ao cérebro dessa percepção material do som. O impacto mental da informação sonora na região do cérebro responsávelpela linguagem faz com que a mente do receptor formule uma ideia ou um conceito para o estímulo acústico psíquico recebido. Assim nasce o signo linguístico: da união do impacto sonoro mental e sua respectiva contraparte significativa ou conceitual.
*

Mestre em Linguística pela Universidade de Brasília (UnB); membro da Associação Brasileira de Linguística (Abralin) e da Sociedade Brasileirapara o Progresso da Ciência (SBPC).

2 Os signos linguísticos não se limitam ao conjunto de palavras de uma língua. Elementos significativos menores que as palavras, os chamados morfemas, já constituem signos, uma vez que resultam da atribuição de sentido a determinada sequência sonora mental, pressuposto saussuriano para a existência do signo linguístico. Tomemos como exemplo o vocábulogarotinhas. Tal vocábulo constitui um signo linguístico já que à sua sequência sonora podemos atribuir um significado ("pessoas jovens do sexo feminino"). Mas, se decompusermos esse signo em seus elementos constituintes, encontraremos os segmentos significativos mínimos, ou morfemas, que o constituem: garot (que remete à ideia de pessoa jovem), inh (que denota diminutivo), a (indicador de gênero feminino)e s (indicador de número plural). Assim, cada um desses quatro morfemas constitui também um signo linguístico, uma vez que sua sequência sonora apresenta uma contraparte significativa no contexto do vocábulo dado como exemplo. Observa-se, então, que dentro de um signo linguístico, como garotinhas, pode haver outros signos linguísticos menores, como os morfemas que o constituem (garot, inh, a, s).Ao impacto mental sonoro na região do cérebro responsável pela linguagem chamamos significante, e ao conceito ou ideia suscitados a partir do significante dá-se o nome de significado. O signo linguístico resulta, portanto, da união mental ou psíquica de significante e significado. Essas duas facetas do signo linguístico são interdependentes e indissociáveis uma da outra, no sentido de que...
tracking img