Trabalhos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1643 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
serviço social

andré barros amorim

CRIANÇAS invisíveis bilú e joão

ESPERANTINA PI
2012

ANDRÉ BARROS AMORIM

CRIANÇAS invisíveis bilú e joão

Trabalho elaborado para a disciplina Portfólio Individual da Universidade Norte do Paraná – UNOPAR, orientado pelos professores Maria Ângela Santini, Paulo Aragão, Giane Al..., e Sergio de GoesBarboza, com o objetivo de obtenção de conceito.

ESPERANTINA
2012

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO................................................................................................. 4

2. REFERENCIAL TEÓRICO............................................................................... 5
2.1. QUESTÃO SOCIAL
2.2. CRIANÇAS INVISÍVEIS JOÃO E BILÚ

3.CONCLUSÃO................................................................................................. 9

4. REFERÊNCIAS.............................................................................................. 10

1. INTRODUÇÃO

Esta resenha crítica faz uma reflexão sobre o desenvolvimento capitalista, o qual possui um único objetivo principal, o acúmulo de capital, e para isso necessita-se demão de obra barata, produtiva e qualificada. É através disso que gera os grandes problemas da sociedade. A desigualdade social é muito grande, o acúmulo de capital está concentrado nas mãos de uma minoria, que é a detentora do poder, desigualdade de direitos, exclusão social. Este texto tem o objetivo de demonstrar um pouco dessas situações, vivenciada pela maior parte da sociedade, servindo apenascomo meio de exploração estando à margem do desenvolvimento. É neste contexto que surge a importância da profissão Serviço Social, em que faz a ponte entre a sociedade e o poder.

2. REFERENCIAL TEÓRICO
2.1. QUESTÃO SOCIAL

As pessoas jamais tiveram tantos direitos quanto nos países desenvolvidos e nas democracias. Concomitantemente, o individualismo triunfa, as solidariedades desfazem-se eos mecanismos do mercado aprofundam as desigualdades, favorecendo a emergência de sociedades duais, sejam elas globalmente ricas ou pobres. Entre as sociedades, as defasagens também aumentam, as relações Norte-Sul são cada vez menos assimétricas.

A experiência das ultimas décadas deixa duvidas quanto á existência de regulações espontâneas. As classes dominantes dominam o jogo econômico. Oscontroles das desigualdades passam por escolhas culturais, políticas e éticas, que a escola não pode fazer no lugar dos atores, mas que pode tornar possível. Primeiro, ajudando-os a tomar consciência da realidade, da amplitude e dos mecanismos de perpetuação das desigualdades; em seguida, orientando-os a refletir sobre a equidade e o bem público, na escala das sociedades nacionais e, sobretudo, doplaneta.

No fim do Séc. XIX e mais intensamente a parti do da Segunda Guerra Mundial, alguns dirigentes DA Europa Ocidental tomaram uma série de medidas que, na prática, introduziram um novo conceito – o estado de bem-estar, a expressão que alude á responsabilidade do Estado pelo bem-estar da população.

No caso especifico da Europa, o estado de bem-estar ajudou a estruturar os paísesarruinados pela Segunda Guerra Mundial, em um consenso sem precedentes, e conseguiram uma convivência difícil de alcançar. Graças a esse processo, o Estado se converteu em uma espécie de arbitro das distintas classes sociais e, paralelamente, despolitizou e desautorizou as possíveis revoltas sociais nas zonas em que as desigualdades eram muito acentuadas. Ao mesmo tempo, tentava-se evitar o contagio dasidéias comunistas que reinavam no Leste Europeu.

Segundo Carvalho e Iamamoto (apud MACHADO, 1999, P.42): A questão social não é senão as expressões do processo de formação e desenvolvimento da classe operária e de seu ingresso no cenário político da sociedade, exigindo seu reconhecimento como classe por parte do empresariado e do Estado. É a manifestação, no cotidiano da vida social, da...
tracking img