Trabalhos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1078 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Texto 1 Ética e Política

Itália dividida. Enquanto as demais nações européias centralizam o poder, Alemanha e Itália permanecem fragmentadas em inúmeros Estados, ocasionando disputas internas, hostilidade entre cidades vizinhas e a ganância de outros países. Nessa Itália sem estabilidade política, que vive Maquiavel.
Esse florentino observa com apreensão a falte de estabilidade política, emum contexto onde cada um possuía sua própria milícia, formadas muitas das vezes por mercenários “condottieri”. Mesmo os Estados Pontifícios tinham seus exércitos. Com Maquiavel à política atinge a maioridade, política e ética deixam de ser pensadas a partir da religião, a moral laica, ou seja, uma rejeição da influência religiosa ou eclesiástica, e estabelece a autonomia da política.
Essaruptura com os valores da moral cristã levou a criação do mito maquiavelismo, que tem atravessado os séculos. Pejorativamente seu nome ficou associado à percepção da política como atividade que utiliza quaisquer meios, até mesmo os mais escusos, para alcançar os fins desejados, e tornou-se um adjetivo para designar pessoas pérfidas e astuciosas, sem escrúpulos, capazes de esconder suas reais intenções emanipular as situações a seu favor. Logo atribuíram a Maquiavel, a famosa máxima “os fins justificam os meios”.
Não por acaso seu nome virou adjetivo de coisa má. Maquiavelismo virou sinônimo de uma prática política desprovida de moral e de boa fé, um procedimento astucioso e velhaco. De fato, o florentino nada mais fez do que demonstrar a hipocrisia da moral da sua época, isto é, mostrar comopor trás de uma moralidade que não justificava atos cruéis e friamente praticados através de meios nada cristãos: traições, assassinatos, guerras etc.
Estudando a apostila, verificamos que Maquiavel não foi apenas um intelectual, mas um político militante. Em quanto outros visavam apenas seus interesses particulares, deixando de lado a moral e a ética em suas ações. Maquiavel em sua obra nós dáuma lição. O príncipe descreve como se deve conduzir um príncipe para alcançar os objetivos e o bem coletivo. A virtù e fortuna, maneiras pelas quais um príncipe deviria agir para ser bem sucedido. É necessário um príncipe para se manter no poder, que aprenda a ser mau e que se velha ou deixe de valer-se disso segundo a necessidade. Constitui dever de o príncipe manter-se no poder a qualquer custo,por isso às vezes pode ser legítimo o recurso do mal – emprego da força coercitiva do Estado. Maquiavel faz distinção entre o príncipe de virtù, que é forçado pela necessidade a usar da violência visando o bem coletivo, diferentemente do tirano, que age por capricho ou interesse próprio.
A relação entre ética e política para Maquiavel, se da no desmascara da moral cristã da época. Enquanto aItália estava dividida e invadida por outras nações. Maquiavel observa que a maneira de pensar cristã medieval, culminaria no enfraquecimento da nação que estava dividida. Maquiavel passa a atuar de forma contundente na política, o que o diferencia de todos os outros é a verdade efetiva das coisas, ou seja, não se trata do príncipe ser virtuoso bom e justo, segundo os preceitos da moral cristã. Mas,sim daquele que tem a capacidade de perceber o jogo de forças da política, para então agir com energia a fim de conquistar e manter-se no poder. A manutenção desse poder não se da de forma tirânica, como algumas pessoas pensam, no entanto notamos a moral da ação própria da política. Em resumo, na perspectiva de Maquiavel os critérios da ética e política, sempre buscavam os fins coletivos. Isso é oque diferencia esse cientista político dos demais.
Notadamente a relação de ética e política, depois de Maquiavel não é mas a mesma, uma vez que o conceito de Estado, começa a esboçar a doutrina que irá vigorar no século seguinte. Onde o governante absoluto em circunstancias críticas e extremamente graves, a ela recorre permitindo-se violar normas jurídicas, morais, políticas e econômicas....
tracking img