Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4315 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Escola Estadual Professor Claudio Brandão
Física

Física Moderna

Nome: Bruno Eduardo Dornelas Nº: 09
Série/Turma: 3ºF
Professora: Lucy Enne

Belo Horizonte, 6 de dezembro de 2011
Sumário
Introdução 3
Energia de Ligação 4
Transformações Nucleares 5
Efeito Fotoelétrico 7
Equações 7
Modelo de Bohr 9
Regras a considerar para a aplicação do modelo de Bohr a átomos polieletrônicos 9
Representação esquemática do átomo de sódio , segundo o modelo de Bohr 9
Raio-X 11
Tubo de Crookes 11
A descoberta 11
Partícula ou onda 12
Produção 12
Detecção 13
Medicina 13
Exposição 13
Efeitos somáticos da radiação 13
Pesquisa de materiais 13
Natureza eletromagnética 13
Interação com a matéria 14
Definições dos termos 14
Interações dos raios X em NívelAtômico 14
Bibliografia 15

Introdução
No final do séc. XIX, cientistas de todo o mundo acreditavam que os conhecimentos sobre as leis físicas tinham chegado ao fim. Até então, as leis do eletromagnetismo, propostas por James Clerck Maxwell e Michael Faraday, eram consideradas o ponto final do conhecimento físico, e nada mais poderia ser descoberto na ciência da natureza.
Mas no ano de 1900,Max Planck, tentando explicar os fenômenos da radiação térmica, revolucionou a física, apresentando a mecânica quântica.
Em 1905, Albert Einstein, um jovem e desconhecido físico alemão, publicou a Teoria Especial da Relatividade e a teoria do Efeito Fotoelétrico, que revolucionou a mentalidade científica para o estudo dos fenômenos atômicos. 
Com o desenvolvimento da Mecânica Quântica, através dostrabalhos de Albert Einstein, Niels Bohr, Werner Heisenberg, Wolfgang Pauli, Erwin Schrödinger, entre outros, descobriu-se o comportamento dual dos elementos atômicos e das ondas eletromagnéticas, que ora se manifestavam como partículas, tendo massa e dimensões definidas, ora se manifestavam como ondas. 
A física voltou-se para o mundo microscópico, onde passou a estudar os fenômenossubatômicos, que mais tarde possibilitou grandes avanços tecnológicos, como o desenvolvimento das telecomunicações, os avanços na eletrônica, e até mesmo uma explicação mais eficiente sobre a evolução do universo.

Energia de Ligação

Principais energias em estrutura de bandas para sólidos cristalinos.

A energia de ligação (EB) é um termo normalmente utilizado quando se trabalha com a análise daestrutura eletrônica da matéria (estrutura de bandas), em especial na espectroscopia de elétrons. É comum também em outras, a exemplo na física do estado sólido.
Rigorosamente falando, a Energia de Ligação de um dado estado quântico eletrônico identificado por s é a diferença das energias totais dosistema quando este estado encontra-se desocupado e ocupado por um elétron, respectivamente. Assume-se queo sistema, mantida a ausência no primeiro caso, já tenha relaxado energeticamente de forma a acomodar-se à ausência do elétron no referido estado, assumindo aconfiguração que lhe permita então a menor energia total com o referido estado vazio. Sendo EsistemaN-1 a energia total do sistema com a ausência do elétron no referido estado e EtotalN a energia total do sistema com o referido estadopreenchido, ou seja, com N elétrons e em seu estado de equilíbrio termodinâmico, temos que:
EB = E N−1 sistema − ENtotal
Em sólidos geralmente utiliza-se como referência para a medida da energia de ligação a energia de Fermi. Entretanto não é incomum encontrar-se dados sobre energias de ligação referidas à energia de nível de vácuo, ou, às vezes, à energia do topo da banda de valência, e certo cuidadodeve ser tomado ao se utilizar valores obtidos da literatura.
Devido às dificuldades inerentes na determinação da energia total do sistema, costuma-se assumir aproximações práticas para a energia de ligação. A mais simples consiste em negligenciar a energia envolvida no processo de relaxação do sistema e assumir a energia de ligação como sendo o negativo da energia do estado a partir do qual...
tracking img