Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1252 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]
COORDENAÇÃO DE FISIOTERAPIA
HOME CARE - CCI – Ciclo: 4
Supervisor: Saiuri Caetano Matuoca
Nome do aluno: Gabriélla Bomtempo Ribeiro
Turma: FS6P32













TRABALHO DE ESTÁGIO

























Palmas/TO
2012


GABRIÉLLA BOMTEMPO RIBEIRO










TRABALHO DE ESTÁGIO
HOME CARE - CCI
Supervisor: Saiuri Caetano MatuocaTrabalho de estágio apresentado ao Curso Fisioterapia do Instituto de Ensino e Pesquisa Objetivo de Palmas, como exigência para a obtenção de nota para Aprovação na disciplina de Estágio Supervisionado em Fisioterapia no 6° período.

















Palmas/TO
2012


SUMÁRIO





1. INTRODUÇÃO...................... 042. DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA (DPOC) 05
3. CASO CLINICO 06
4. CONCLUSÃO 09
5. BIBLIOGRAFIA 10


1. INTRODUÇÃO

A doença pulmonar obstrutiva crônica são distúrbios respiratórios crônicos que mais afetam os volumes expiratórios normais, causam obstrução por estreitamento ou destruição dos brônquios/bronquíolos e tecidos alveolares. As causas de DPOC é tabagismo;exposição à poeira; a fumaça e poluição ambiental por partículas (DREEBEN, 2010).
O enfisema é a principal DPOC que é evidenciada pó limitação do fluxo de ar, que não é plenamente reversível (DREEBEN, 2010).
O caso clinico apresentado será contado o tratamento em Home Care, onde ira programa individualizado de exercícios no domicilio e executar ou instruir sobre a fisioterapia pulmonar, comoexercícios respiratórios e fisioterapia torácica ( BELLEHUMEUR, 2007)













































2. DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA (DPOC)


A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é um termo usado para descrever diversos distúrbios pulmonares, incluindo enfisema e bronquite crônica. Na maioria dos pacientesafetadas apresentam sintomas e danos pulmonar característicos de ambas as doenças (COHEN,2002).
Na bronquite crônica, os revestimentos das vias aeríferas estão cronicamente inflamados e produzem secreções excessivas. O enfisema é caracterizado pela dilatação e a destruição dos alvéolos (COHEN, 2002).
A principal causa de DPOC é o tabagismo estima-se que cerca de 90% das pessoasportadoras da DPOC são fumantes ou ex-fumantes, geralmente com historia de 15 a 20 anos de tabagismo. A poluição não pode ser considerada como causa da DPOC mais a exposição a alto nível de poluição pode agravar a doença e pessoas tabagistas terão mais chance de desenvolver (HELITO, 2006).
O diagnostico e baseado na historia clinica, exame físico, radiografia e avaliação da função pulmonar. Apresença de tosse crônica acompanhada de secreção por mais de 3 meses seguidos em 2 anos consecutivos já é suficiente para o diagnostico. A radiografia de tórax mostra sinais de hiperinsuflação pulmonar ou seja um aumento do volume pulmonar decorrente da obstrução das vias aéreas que permite a entrada do ar mais facilmente que a sua saída (HELITO,2006).
Assim como outras doenças crônicasa DPOC não tem cura. As alterações causadas pela inflamação crônica dos brônquios e pulmões permanecem apesar dos tratamentos que tem o objetivo de melhorar os sintomas, qualidade de vida e a capacidade de esforço das pessoas portadoras da DPOC (HELITO, 2006).




















3. CASO CLINICO

Paciente F.C.F, sexo feminino, 64 anos, com uma história de 5anos de DPOC que teve uma série de 3 exacerbações da DPOC em um período de 6 meses. Estas exacerbações exigiram intervenção médica, com prescrição de antibióticos e esteróides por via oral, mas não foi necessária hospitalização. Após a terceira exacerbação, passou a queixar-se de dispnéia aos esforços moderados e não conseguiu executar o seu programa de exercícios domiciliares de costume. As...
tracking img