Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (327 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Quando a trama de “O Fazedor de Velhos”, obra de Rodrigo Lacerda, começa, o protagonista, Pedro, só consegue lutar contra sua preguiça mental porque seus pais fazem com que ele tenhacontato com vários autores e estilos diferentes, mesmo que isso signifique ter que ler para ele e a irmã até os dois pedirem de joelhos para que parem. O tempo passa e curiosamente é umlivro que ajuda o garoto a parecer mais velho em um momento em que suas férias dependem de ele mostrar que já tem idade para viajar de avião sem a presença de um responsável. É tambémnessa situação que ele tem seu primeiro encontro com o professor Nabuco, que será peça fundamental em sua existência.

Entre o final da época de escola, as desilusões amorosas e oreceio na escolha por uma carreira na faculdade, Pedro vai seguindo sem grandes perspectivas até que sua vida cruza novamente com a do professor. E é nessa nova situação que o protagonistavai aprender mais sobre si mesmo e sobre o que realmente pretende fazer de seu futuro.

A identificação com o personagem, assim como com as dúvidas que povoam sua mente, é fácil. Otexto acompanha todo o processo de amadurecimento de Pedro, pontuando cada diálogo representativo em sua busca por descobrir, afinal de contas, o que a vida tem para lhe dar de bom. Emesmo que a escolha profissional do leitor não se espelhe na do protagonista, o exercício de olhar para dentro de si próprio já vale a leitura.

Coisas legais
- Uma história queestimule um questionamento interior sobre a vida, sem ser auto-ajuda, já vale a menção

Coisas chatas
- Muita gente vai evitar o livro por conta de sua capa, que não é exatamente atrativa,e por conta da trama pouco convencional para a faixa etária a que se destina. Uma pena, vão perder um livro legal

O FAZEDOR DE VELHOS
Autor: Rodrigo Lacerda
Cosac Naify
136 páginas
tracking img