Trabalho sobre o livro em defesa de cristo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2455 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INSTITUTO CRISTÃO DE ESTUDOS CONTEPORÂNEOS
CRISTOLOGIA
PROFº ELIEL BATISTA














TRABALHO SOBRE O LIVRO EM DEFESA DE CRISTO



POR



ALESSANDRO DOS SANTOS










São Paulo
Novembro/2006


ÍNDICE




ÍNDICE 2


INTRODUÇÃO 3


PARTE 1 - ANALISANDO OS DADOS 4
Capitulo 1 - As provas das testemunhas oculares 4
Capitulo 2– Avaliando o testemunho ocular 4
Capitulo 3 – A prova documental 4
Capitulo 4 – A prova corroborativa 5
Capitulo 5 – A prova científica 5
Capitulo 6 – A prova da contestação 6


PARTE 2 - ANALISANDO JESUS 6
Capitulo 7 – A prova da identidade 6
Capitulo 8 – A prova psicológica 7
Capitulo 9 - A prova do perfil 7
Capitulo 10 – A prova das impressõesdigitais 8


PARTE 3 – PESQUISANDO A RESSURREIÇÃO 8
Capitulo 11 – A prova médica 8
Capitulo 12 – A prova do corpo desaparecido 9
Capitulo 13 – A prova das aparições 9
Capitulo 14 – A prova circunstancial 10


CONCLUSÃO 11


BIBLIOGRAFIA 12











INTRODUÇÃO


O livro Em Defesa de Cristo é sensacional, ele trata dos fatos marcantes da história deJesus Cristo.

São abordados assuntos como: Sua morte, sepultamento e ressurreição e o autor Lee Strobel procura através de suas entrevistas com mais conceituados Especialistas buscar provas e revelações que possam solidificar a existência de Cristo e seus feitos.

É também uma obra super completa com argumentos bem elaborados que são capazes de levar aos mais céticos dos homens a repensar erever seus conceitos sobre a vida de Jesus Cristo.



PARTE 1 - ANALISANDO OS DADOS




Capitulo 1 - As provas das testemunhas oculares



2) Na sua opinião, o conteúdo teológico dos evangelhos afeta a autencidade de seu testemunho histórico? Sim ou Não?
Justifique. Você acha que a analogia que Blomberg faz com o holocausto ajuda a refletir sobre essa questão?

R – Não, no meuponto de vista o conteúdo teológico não afeta. Sim a analogia é bem pertinente e nos ajudar a solidificar a idéia.

3) De que modo a explicação de Blomberg sobre as informações mais antigas que se tem sobre Jesus influencia sua opinião sobre a confiabilidade dos evangelhos e por que?

R – Sua explicação influencia positivamente em minha opinião o que me ajuda ter mais convicção. Suasargumentações são bem estruturadas e não deixa sobra de dúvida.


Capitulo 2 – Avaliando o testemunho ocular


2) Qual desses oito testes você considera persuasivo e por que?

R – Considero o teste do caráter persuasivo, porque ao declararmos que homens como os apóstolos que eram íntegros e fieis a ponto de morrerem pelo evangelho de Cristo, foram os responsáveis por escrever sobre o seu mestre.

3)Quando pessoas de sua confiança dão detalhes ligeiramente diferentes do mesmo conhecimento, você duvida delas ou procura ver se há um meio de conciliar as suas versões? Até que ponto você achou convincente a analise de Blomberg sobre as aparentes contradições que encontramos nos evangelhos?

R – Procuro conciliar as duas versões, pois acredito ser humanamente impossível duas pessoas presenciaremuma fato e descreve-lo exatamente igual. Quanto as aparentes contradições, creio que a analise dele é muito convincente, totalmente aceitável.


Capitulo 3 – A prova documental


2) Examine uma versão qualquer do Novo Testamento e procure identificar algumas passagens que admitem variação, observando as notas marginais. Anote algumas das variações encontradas. De que modo a existência devariações influencia sua compreensão dessas passagens?

R - I João e II Corintios. Suas variações não influencia em nada na compreensão dessas passagens.


3) Você acha sensatos os critérios de admissão de um documento ao conjunto do Novo Testamento? Por que sim ou porque não? Existem outros critérios que deveriam ser levados em conta? Que desvantagens levam os estudiosos que procuram...
tracking img