Trabalho de filosofia. triparticao da psique.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1265 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A Teoria da Tripartição da Psique em Aristóteles.
Para Aristóteles, psique (do grego - psyche) ou alma é a forma de um corpo natural tendo a vida em potência; a alma é a realidade do corpo vivo. Com isso, afirma a alma como a enteléquia (plenitude) do corpo. O ser é o quid (essência) de cada coisa existente, que torna essa coisa individual, pois o ser se diz em vários sentidos. Assim, ocomportamento seria a expressão do movimento anímico, isto é, da alma em ato.
Ele entendia corpo e mente de forma integrada, e percebia a psique como o princípio ativo da vida: fonte das atividades próprias de cada ser vivo. Assim, os seres animados se diferenciam dos seres inanimados porque possuem um princípio que lhe dá a vida, a alma.
Os fenômenos da vida pressupõem determinadas operações constantesclaramente diferenciadas (a tal ponto que algumas delas podem existir em alguns seres sem que as outras estejam presentes), então a alma deve ter capacidades, funções ou partes que presidem essas operações e as regulam.

Pelo princípio de tripartição da alma de Aristóteles, o Homem é dotado de três almas:
● De caráter vegetativo:
Que preside às operações concernentes à geração, nutrição ecrescimento. É o princípio mais elementar da vida, ou seja, que governa e regula as atividades biológicas. Na concepção do Filósofo, a verdadeira causa do crescimento é a alma que, presidindo as atividades orgânicas do corpo, estabelece certa regra e medida para o aumento e grandeza do corpo, afim de que ele cresça com proporcionalidade. O mesmo se pode dizer da nutrição, a sua causa é a alma, e paraestabelecer isso, Aristóteles distingue: os nutrientes, que são os alimentos; o que é nutrido, isto é, o corpo, e o que nutre, ou seja, que causa a nutrição, o saber, a alma. Mas a principal função da alma vegetativa, comum, de resto, a todos os seres vivos, é a reprodução. Pela reprodução cada ser vivo pode realizar o desejo de todos os seres vivos, qual seja, tornar-se, de certo modo, eterno edivino, permanecendo na espécie que, através da reprodução, ajuda a perpetuar. De fato, inobstante seja impossível aos seres corruptíveis permanecerem, contínua e numericamente os mesmos, não lhes é vedado permanecerem no semelhante que reproduzem. Por isso, a tendência suprema de todo ser vivo é gerar o semelhante a si. Assim, a planta gera a planta, o animal gera o animal, e, desta feita, conquantonão permaneçam numericamente os mesmos, podem perdurar na espécie que transmitem por geração.
● De caráter sensitivo:
Que preside a sensação, os apetites e o movimento. Aristóteles explica a sensação mediante uma terminologia cunhada na sua metafísica, vale dizer, a doutrina do ato e da potência. Segundo ele, os nossos sentidos estão em potência para sentir, isto é, para ser impressionados pelosobjetos sensíveis. Assim, quando são determinados por estes objetos, que possuem qualidades ou formas sensíveis em ato, passam também a possuir em si a representação destas qualidades sensíveis, e começam, por conseguinte, a sentir em ato. De fato, uma vez que se produz a sensação em ato, os sentidos tornam-se, intencionalmente, semelhantes às formas sensíveis que receberam dos objetos.
As outrasoperações da alma sensitiva, que seguem como consequências necessárias da sensação, são: a fantasia, que produz as imagens sensíveis; a memória que as conserva; o apetite e o movimento. De fato, quem sente, experimenta prazer ou dor. O prazer segue-se da sensação do que é aprazível a um ser, e a dor parece inerente ao que lhe repugna. Do prazer nasce o desejo de possuir o que é aprazível. Agora bem,o apetite não é senão este desejo de possuir o que é aprazível, e o movimento, oriundo do apetite, é este ir ao encontro do que é aprazível a fim de possuí-lo.
● De caráter intelectivo:
Que preside o conhecimento, a deliberação e a escolha; é perceptivo é um receber ou assimilar as formas inteligíveis da mesma forma que o ato perceptivo é assimilar as formas sensíveis, mas difere profundamente...
tracking img