Trabalho de epistemologia(prof. frezza)

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1859 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Fundação Edson Queiroz

Universidade de Fortaleza – UNIFOR

Centro de Ciências Humanas – CCH

Curso de Psicologia

Fundamentos Históricos e Epistemológicos da Psicologia

Cícero Francisco da Costa Neto – 1113037/2 Turma/Horário: 51 M24CD

Conceitos e Assuntos

1. Ciência: elementos, características, pré-requisitos e procedimentos.

A grande diferença daatitude cientifica da atitude do senso comum é que a ciência procura dar resposta ao que costumeiramente acreditamos de imediato. A ciência é o oposto do senso comum porque se fundamenta em pesquisa cientifica, acurada, coisa investigada, estudada, racional, livre do misticismo e apta a colocar em prova o que se pesquisa. Os pré-requisitos para a constituição de uma ciência se encontram nadefinição dos fatos que serão analisados; quais os métodos a serem seguidos visando a observação dos fatos; criar um ambiente propicio para essas observações, que chamamos de laboratório e nesse ambiente os fatos serão analisados, observados, registrados; formar um fundamento conceitual para que os fatos sejam observados além de permitir que os fatos sejam novamente observados e ampliados. Os elementosbásicos do trabalho cientifico é primeiramente definir o problema, recolher os dados, propor uma ou mais hipóteses de estudo, depois a realização da experiência controlada, para testar a veracidade da(s) hipótese(s), logo após é feita a análise dos dados, essa análise é interpretada e tirada as conclusões cabíveis ou a formulação de novas hipóteses e finalmente a publicação dos resultados.

2.Obstáculo Epistemológico / Ruptura Epistemológica

Quando um fato estudado através dos conceitos, princípios, métodos e esses elementos são conseguem mais trazer uma resposta adequada para o cientista ou grupo cientifico, estamos diante de um obstáculo epistemológico. O rompimento deste obstáculo dar-se-á quando há a coragem de buscar novos métodos, de fazer novas perguntas, deconfrontar com o antigo e estabelecer o “novo” através de novas técnicas, novos métodos, novos conceitos que irão afetar toda esfera de conhecimento existente, diante de novos enunciados e resultados. Aqui encontra-se na prática a ruptura epistemológica.

3. Concepções de Ciência: Antiga e Moderna; Pura e Aplicada

Diz-se de Ciência Antiga a que configurava oexperimento no campo teórico sem se preocupar em interagir, modificar, intervir neles ou sobre eles por meios técnicos. Já a Ciência Moderna ou Clássica, visa não somente ao conhecimento teórico, mas sobretudo à aplicação pratica ou técnica. A Ciência Antiga é teórica e qualitativa por valorizar o campo científico das teorias, embora sabemos que essa teoria seria aplicada na pratica. A Ciência Clássica ouModerna é tecnológica e quantitativa, pois leva em consideração a aplicabilidade do experimento e o seu valor pratico aplicabilidade. Dai entendemos o conceito de ciência pura, a que concentra-se na qualidade, na coerência, na verdade de uma teoria sem necessariamente focar na sua aplicabilidade. Ela traz o conhecimento sobre fatos desconhecidos, amplia a visão humana sobre determinadosfenômenos, sem contudo focar na aplicação desse conhecimento. A Ciência Aplicada confere o conhecimento científico o caráter de utilidade e aplicabilidade. Embora teoria e prática caminham juntas e cooperam na mesma proporção uma a outra. Não podemos esquecer que muito do conhecimento científico nasceu primeiramente da profundidade de uma teoria, e mais tarde a prática lhe conferiu o devido valor.

4.Noções de Evolução e Progresso, assim como algumas noções correlatas: superior/inferior, desenvolvido/subdesenvolvido; evoluído/não evoluído; melhor/pior; etc.

O conceito de evolução e progresso muito bem entendido no senso comum, traduz uma idéia de que o tempo é uma linha continua e homogênea. Nesse entendimento a questão com o passar do tempo o presente é...
tracking img