Trabalho de economia do brasil contemporaneo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (260 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Através da Revolução Industrial iniciada no Reino Unido em meados do século XVIII, o mundo começou a mudar seus interesses. A partir do século XIX, aindustrialização começou a se expandir pelo mundo, onde as máquinas foram superando o trabalho humano manual e se impôs uma nova relação entre o trabalho e o capital. Devido a váriastransformações, como a acumulação de capital, o capitalismo se tornou o sistema econômico.
Com o capitalismo como sistema mundial, inaugura uma “históriauniversal”, ligando todas as regiões do mundo pelo seu modo de produção e comércio, com um desenvolvimento desigual e combinado.
Sendo o principal centro de acumulação decapital no período, a economia cafeeira acelerou o desenvolvimento do capitalismo nessa região, onde se encontrava o nascimento da indústria no Brasil. O café era oprincipal produto de exportação no Brasil, e com esse sistema de produção, a partir de 1860 a 1870, acarretou em várias transformações e avanços neste período, como: otrabalho escravo é substituído pelo trabalho assalariado, o desenvolvimento do mercado, a expansão das estradas de ferro, etc.
A partir da promulgação da Lei Eusébio deQueiroz (1850) e a imigração em massa, gerou-se rapidamente uma formação do mercado de trabalho, onde os imigrantes eram considerados importantes na indústria nascentetanto como desenvolvimento para a força de trabalho, como desenvolvimento de consumidores. Além de buscar trabalho, o imigrante ajuda a formar a burguesiaindustrial, além da burguesia cafeeira, pois traz consigo conhecimentos, experiência em relação ao comércio e com alguma forma de capital, formando-o um burguês imigrante.
tracking img