Toyotismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (871 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Fichamento 3: HIRATA, H. & ZARIFIAN, P. (1991) Força e fragilidade do modelo japonês. Revista Estudos Avançados, 12(5), 1991, pp. 173-185.

O modelo japonês parte da competência tecnológicano Japão e de seu princípio de organização, que se tornaram referência em países ocidentais. O objetivo do texto é fornecer um esclarecimento sobre o modelo japonês.
Os pontos positivos desse modeloestão desde seu desenvolvimento. O Japão possui “competência tecnológica”, que é um conjunto de conhecimentos, de comportamentos, práticas sociais que asseguram o desenvolvimento concreto das ciênciase das técnicas na base dos processos industriais. Possuem três tipos de inovações: as inovações diferenciais que são inovações que, partindo de técnicas já existentes, permitem (a custo de constantesmelhorias), alcançar performances superiores às dos concorrentes, impondo novos critérios do mesmo. Não basta conceber técnicas, é preciso saber utilizá-las da melhor forma nos processos concretos.“Sabe-se que os japoneses começaram por assimilar as tecnologias existentes nos países europeus de industrialização avançada. Mas, não se limitaram a uma simples imitação. Estabeleceram um rigorosoprocesso de seleção e de reapropriação dessas tecnologias, aperfeiçoando, assim, o seu uso.“
O segundo tipo de inovações, são as inovações radicais, as quais os industriais japoneses investiram muitopara gerá-las. Por hoje, empenham-se na direção de inovações revolucionárias, como a opto-eletrônica.
“Tendo aprendido a dominar e a aperfeiçoar as técnicas existentes, as industrias japonesasacumularam um conjunto de conhecimento e de práticas sociais orientadas para a inovação,” à qual desenvolveriam a aplicação de novas técnicas, como, por exemplo, a robótica. Os japoneses ainda defendem quea concepção das inovações deve partir do uso concreto e a ele retornar.
Já sobre a atividade dos trabalhadores japoneses, há vários pontos positivos que o autor defende, dentre eles: O sistema de...
tracking img