Tipos de texto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1562 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
REDAÇÃO
Professora Sandra Franco

AULA 1

I.
1.

Tipos de texto

Apresentação dos diferentes tipos de texto e suas características, através da análise dos textos:
1. descrição – trecho do ensaio “O fator Deus” de José Saramago, publicado na Folha de S.Paulo, após o atentado de 11 de setembro nos EUA. 2. narração – música do grupo Legião Urbana.

3. dissertação - trecho do texto deRubem Alves, publicado
na Folha de S. Paulo, em 17/2/02.

II. Redação no Vestibular
I. Apresentação dos diferentes tipos de texto.

Desde bem pequeno, você escreve vários textos: um bilhete, uma carta, as redações na escola, alguns até escrevem poemas. Bem, o fato é que, em qualquer texto, você utiliza uma modalidade redacional. E o que é modalidade redacional? É o tipo d e composição, que éescolhida, segundo o que se quer comunicar. Vamos reconhecer algumas delas: Descrição: tipo de texto em que se procura caracterizar, com palavras, a imagem de alguma pessoa, objeto, cenário, situação, sentimento, enfim, aquilo que desejamos que outra pessoa conheça. Algures na Índia. Uma fila de peças de artilharia em posição. Atado à boca de cada uma delas há um homem. No primeiro plano dafotografia um oficial britânico ergue a espada e vai dar ordem de fogo. Não dispomos de imagens do efeito dos disparos, mas até a mais obtusa das imaginações poderá "ver" cabeças e troncos dispersos pelo campo de tiro, restos sanguinolentos, vísceras, 1

membros amputados. Os homens eram rebeldes. Algures em Angola. Dois soldados portugueses levantam pelos braços um negro que talvez não esteja morto,outro soldado empunha um machete e prepara-se para lhe separar a cabeça do corpo. Esta é a primeira fotografia. Na segunda, desta vez há uma segunda fotografia, a cabeça já foi cortada, está espetada num pau, e os soldados riem. O negro era um guerrilheiro. Nesse ensaio de José Saramago, escritor português – ganhador do prêmio Nobel de Literatura, a descrição é usada na abertura do texto paradepois ser feita uma análise, segundo o autor, acerca das justificativas que o ser humano utiliza para seus atos mais “horrendos”, como os atentados terroristas e outras situações demonstradas no desenvolvimento. Assim, em geral, você não encontrará a descrição isolada, mas compondo um texto mais amplo: uma crônica, uma narrativa, uma carta, uma dissertação, um poema, enfim. O texto descritivo temcomo característica essencial o fato de não haver uma progressão lógico-temporal: supondo que você decidisse descrever como foi determinado evento poderia começar por qualquer aspecto, pelas pessoas envolvidas, por acontecimentos inusitados durante o evento descrito, expor vários elementos simultaneamente. E deve ser assim mesmo: não existe a relação do antes e do depois na descrição. A descriçãopoderá ser subjetiva (feita a partir das impressões de quem a fez, inclusive com uso de linguagem figurada) ou objetiva (qualquer um que veja a mesma imagem pode perceber os mesmos elementos). No poema abaixo, de Cora Coralina, você poderá perceber imagens que representam antes o que é sentido e não o que realmente está ali para todos verem; também perceberá a objetividade, através de elementosreferenciais. Velho Sobrado Um montão disforme. Taipas e pedras, abraçadas a grossas aroeiras, toscamente esquadriadas. Folhas de janelas. Pedaços de batentes. Almofadados de portas. Vidraças estilhaçadas. Ferragens retorcidas.(1) 2

Abandono. Silêncio. Desordem. (2) Ausência, sobretudo. O avanço vegetal acoberta o quadro. Carrapateiras cacheadas. São-caetano com seu verde planejamento, pendurado defrutinhas ouro-rosa. Uma bucha de cordoalha enfolhada, berrante de flores amarelas cingindo tudo. Dá guarda, perfilado, um pé de mamão-macho. No alto, instala-se, dominadora, uma jovem gameleira, dona do futuro. Cortina vulgar de decência urbana defende a nudez dolorosa das ruínas do sobrado — um muro. Fechado. Largado. O velho sobrado colonial de cinco sacadas, de ferro forjado, cede. (...)...
tracking img