Ti tecnonologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (993 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sem título Ambev até aqui, tudo bem Resultados acima das previsões e governo satisfeito. É o saldo de um ano da empresa Por Darcio Oliveira e Lázsló Varga Há um ano, as ex-rivais Brahma e Antarcticafizeram juras de amor perante o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), prometendo seguir de mãos dadas na alegria e na tristeza, no lucro e no prejuízo, respeitando todas as regras dolivre mercado. Mas 12 meses após a cerimônia oficial que criou a Ambev, qual o saldo do matrimônio? “Até aqui, tudo bem. Pelo menos no que se refere ao termo de compromisso e desempenho assinado em 30 demarço de 2000”, atesta Márcia Alves Brito, do Centro de Acompanhamento de Determinações do Cade. O tal termo lembrado por Márcia é um documento extenso assinado por Marcell Telles , Vitório de Marchi– ambos co-presidentes da Ambev – e o então presidente do Cade, Gesner de Oliveira. Nele, estão todas as exigências impostas pelo governo para que a fusão fosse realizada. Eis algumas: • Eranecessário vender a marca Bavária, suas fábricas e compartilhar a rede de distribuição com a compradora por um período de quatro anos, prorrogável por mais dois. Foi feito. A canadense Molson levou a cervejados amigos por US$ 213 milhões, em novembro de 2000. • Em outro processo, será preciso alienar cinco fábricas, uma em cada região brasileira, e compartilhar a distribuição. Os compradores precisam termenos de 5% de participação de mercado. A oferta pública já está pronta e há interessados no negócio, entre eles a microcervejaria Dado-Bier. • Teria de haver manutenção de emprego ou, se as demissõesem virtude da fusão fossem realmente necessárias, um amplo programa de treinamento e recolocação. Da previsão de desligamento de 2.536 funcionários, foram demitidos 1.697. Destes, 304 foramrecolocados no mercado de trabalho. O Ministério do Trabalho e Emprego, em nota técnica, afirma que a Ambev cumpriu com suas obrigações. O Cade, hoje presidido por João Grandino Rodas, acatou. Enfim, tudo...
tracking img