Terceiro setor

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 20 (4790 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 22 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O Estudo de Caso é uma técnica de pesquisa focada em determinado grupo.

Segundo Vilabol, (2008) “Pode ser caracterizado como um estudo de uma entidade bem definida, como um programa, uma instituição, um sistema educativo, uma pessoa, uma unidade social. Visa conhecer o seu “como” e os seus “porquês”, evidenciando a sua unidade e identidade própria”.

“É uma investigaçãoque se assume como particularística, debruçando-se sobre uma situação específica procurando descobrir o que há nela de mais essencial e característico”. (ALICE, 2008, p. 5)

2.1.1 Caracterização da empresa

• Razão Social

Casa de Apoio à Criança com Câncer Durval Paiva.

• Ano de Fundação

11 de Julho de 1995

• Início dasAtividades

Iniciou suas atividades desde a sua fundação em 1995, a partir de um problema pessoal vivido pela família Paiva, aonde foi descoberto em um filho desta família o diagnóstico de câncer.

• Como era a Contabilidade e os Procedimentos de Auditoria no início das atividades e nos dias atuais.

A instituição quando iniciou suas atividades não tinha o setorde Contabilidade. O setor administrativo era quem registrava o que entrava através de doações da população e dos parceiros e o que saía em serviço prestado pela entidade.

Atualmente, pratica Contabilidade terceirizada, por isso, a necessidade do profissional contábil ser inserido nesta organização; isto irá diminuir significativamente os custos com contador externo e fará comque a arrecadação de recursos como incentivos fiscais, DOAÇÕES e patrocínio (parceiros comerciais) gere uma maior receita para a OnG.

O trabalho realizado pelo Auditor Interno fará constatações sobre a idoneidade ou não desta empresa, através dos procedimentos de auditoria.

Por conseguinte, todas as entidades sem fins lucrativos, exceto OnG´s, que tenham receitaacima de R$ 600 mil reais em cada um dos últimos três exercícios, deverá submeter-se aos testes (Substantivos e de Observância) e as técnicas de (Circularização, Correlação e Contagem Física), propostos pelo o profissional durante os procedimentos de auditoria.

E por fim, faz-se necessária a prática da auditoria nas entidades do Terceiro Setor para acabar com o pensamento de“pilantropia”, e isto fará com que o auditor lute pela transparência das contas da organização filantrópica, demonstre clareza e consistência das informações analisadas, para tornar seu trabalho isento e neutro.

2.2 REFERENCIAL TEÓRICO

A contabilidade como ciência social, tem por finalidade controlar o patrimônio das entidades, ela apresenta relatos de sua existência desde as primeiras civilizações,porém atualmente observa-se a seguinte definição:
É a ciência que estuda os fenômenos ocorridos no patrimônio das entidades, mediante o registro, a classificação, a demonstração expositiva, analise e a interpretação desses fatos, com o fim de oferecer informações e orientação – necessárias à tomada de decisões – sobre a composição do patrimônio, suas variações e o resultadoeconômico decorrente da gestão da riqueza patrimonial. (Franco p. 21, 1996)

Para este controle patrimonial ser exercido de forma eficiente, faz-se necessário que, permanentemente, ela gere informações suficientes que auxiliem ao processo de tomada de decisão, uma vez que “A contabilidade é o instrumento que fornece o máximo de informações úteis para a tomada de decisões dentro e fora daempresa”. (Marion, 2009, p. 28)

Dentre as diversas áreas de atuação do profissional da contabilidade, conforme definido pelo autor citado acima, a Auditoria toma posição de grande importância no cenário atual, uma vez que (Attie, 2009, p. 5) a diz ser “uma especialização contábil voltada a atestar a eficiência e eficácia do controle patrimonial implantado com o objetivo de expressar uma opinião...
tracking img