Teoria Weberiana, resumo.

VIDA E CONTEXTO HISTÓRICO
Max Weber, sociólogo alemão, nasceu em 21 de Abril de 1864, em Erfurt. Embora tivesse seguido carreira jurídica também estudou filosofia, teologia, história e economia.Terminada a fase de estudos ele passou a se dedicar à docência universitária.
Após uma viagem de estudos para os Estados Unidos, em 1904, Weber recebe influência direta em sua reflexão sobre ocapitalismo. É a partir deste momento que ele passa a se interessar mais diretamente pela sociologia.
Suas obras políticas e sociológicas estarão arraigadas por temas sobre o papel do Estado, a expansão docapitalismo, a situação dos trabalhadores no campo e na cidade, o papel da burocracia e tantos outros debatidos por Weber.

TEORIA DE MAX WEBER
Em contraponto a Comte e Durkheim, em que o objeto(fato social) era a base sociológica, Weber orienta seus estudos com base no sujeito. Para ele o indivíduo é o elemento fundamental na explicação da realidade social causando, assim, uma revolução nasciências sociais. Weber, portanto, inaugura uma nova maneira de interpretar os fenômenos sociais, a teoria sociológica compreensiva.
Ao combater o pressuposto positivista de que as ciências danatureza e as ciências sociais deviam compartilhar o mesmo método Weber elucida as diferenças entre elas, participando de debates com neo-kantianos. Neste debate ele assume um posicionamento intermediário,não aceita os ideais positivistas mas também critica a separação extremada das ciências pelos neo-kantianos. Para Weber as “leis científicas” seriam úteis na interpretação das ciências sociais paraque não caíssem no mero subjetivismo.
Para Max Weber, o sociólogo deve saber integrar dois métodos, o individualizante e o generalizante, no primeiro o sociólogo deve selecionar dados da realidade aserem pesquisados, destacar suas singularidades e traços que o definem, e no segundo usar o princípio da causalidade, o qual busca estabelecer relações entre. Entretanto, mesmo que Weber aceite as...
tracking img