Teoria de sistemas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1580 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Teoria Geral de Sistemas:
O que a intercomunicação entre determinadas áreas da empresa pode acrescer à Organização.

O mundo passa por um constante processo de evolução em que saber se relacionar com o todo é muito importante, a partir do momento que a vida em sociedade exige um inter-relacionamento profundo entre todos os seguimentos (pessoas). Vivemos na sociedade da informação, ondevelocidade, qualidade e interação no fluxo de dados é algo inerente a cada camada social, determinando o nível de intelectualidade da mesma. Por causa disso, compreender como a tecnologia (ciências como num todo) pode alterar o mundo, além de proporcionar a resolução de problemas históricos, é a grande meta a ser atingida pelos estudiosos do mundo inteiro.
A globalização mudou o padrão de vida daspessoas e das organizações. Antes o mundo era visto como algo cartesiano, conforme a visão mecanicista do filósofo Rene Descarte, em que as relações lineares de causa e efeito são as promotoras do entendimento do todo a partir do estudo analítico das “micro partes” que o compunha, isto é, as pequenas, mas indispensáveis, partes trabalham juntas, ao mesmo tempo, levando o todo ao progresso. Foi nesseestudo isolado das partes, fato que elevou o nome de Atomismo ou Reducionismo ao movimento, que a comunidade científica fundamentou-se por muito tempo.
O tempo foi passando, e ao passo que a sociedade avançava novas necessidades iam surgindo. Mudança é a palavra que pode bem representar a época na qual aquela sociedade civilizada aspirava algo novo e inovador. Diante disso, o pensamento mecanicistaexagerado começou a dar sinais de fragilidade, porque o isolamento das partes fez com que as mesmas perdessem contato com o todo. Logo, aquele conceito de que aquilo que não puder ser reduzido não é conhecimento verdadeiro inicia sua decadência, abrindo caminho para o que veio a ser conhecido como Visão Holística.
Em meados do século XX, um novo pensamento surge decorrente dos estudos realizadospor Karl Ludwig von Bertalanffy, idealizador do que veio a ser a Teoria Geral de Sistemas (TGS). Como já mencionado, as mudanças que estavam ocorrendo no mundo aclamavam por um modelo de análise que preservasse a valorização do todo e não especificamente das partes para o sistema. Novos paradigmas surgiram no mundo e as relações entre as pessoas (físicas e jurídicas) tornaram-se cada vez maiscomplexas, exigindo novas estratégias para se chegar ao desenvolvimento. E foi a TGS a responsável por produzir teorias e formulações conceituais com fins de não solucionar problemas, mas sim de nortear caminhos que possam ser bem empregados numa realidade em que se exige bastantes atitudes inovadoras, que elevem a realidade social ao patamar do sucesso.
No entanto, a visão sistêmica, entendida comoa união de várias forças em prol do bem coletivo, não é nova. Apesar de ainda não responder por esse nome, acervos bibliográficos de civilizações antigas afirmam que o “pensamento em rede”, ou seja, tudo que existe e pode ser usado pelo homem e para o homem deve ser avaliado num universo macro - sem atomismos – está na mente humana desde muito tempo atrás. Por exemplo, no Egito Antigo, aquelesque se tornavam escravos do império eram obrigados a empreitar naquilo em que eram considerados especialistas em sua região de origem, agregando valor ao todo. Em suma, pode-se considerar que o pensar sistemicamente é algo “inato” ao homem pensante, como retrata o ministro da Ciência e Tecnologia de Portugal, José Mariano Gago (maio, 1997) na apresentação do Livro Verde para a Sociedade dasInformações em Portugal:

“As sociedades não perdem o seu lastro histórico. O desejo da Sociedade da Informação e do Conhecimento não faz uma sociedade nova: é antes a renovação de um ideal antigo, a proclamação de uma liberdade desejada, a fome de modernidade e de justiça, como se, de repente, as possibilidades técnicas tornassem insuportáveis os entraves burocráticos, a sufocação autoritária, a...
tracking img