Teoria da relatividade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3034 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução: Neste Trabalho está a resposta das perguntas passadas e uma explicação sobre o que é e qual a importância da teoria da Relatividade que foi formulada pelo físico Alemão Albert Einstein.

1-A teoria da relatividade foi criada pelo Físico Alemão naturalizado americano Albert Einstein A terceira publicação de Einstein, em 1905, Sobre a eletrodinâmica dos corpos em movimento, tratavado que ficou conhecido como teoria especial da relatividade. Esta teoria se baseava no princípio de que toda medição do espaço e do tempo é subjetiva. Isto levou Einstein a desenvolver mais tarde uma teoria baseada em duas premissas: o princípio da relatividade, segundo o qual as leis físicas são as mesmas em todos os sistemas de inércia de referência, e o princípio da invariabilidade davelocidade da luz, o qual afirma que a luz se move com velocidade constante no vácuo.
A teoria geral da relatividade só foi publicada em 1916. De acordo com esta teoria, as interações entre dois corpos, que até então se atribuíam a forças gravitacionais, explicam-se pela influência de tais corpos sobre o espaço-tempo (espaço de quatro dimensões, uma abstração matemática em que o tempo se junta, comoquarta dimensão, às três dimensões euclidianas).
2-A teoria da Relatividade Especial, proposta por Einstein, baseia-se em dois postulados. 

1º Postulado ou Princípio da Relatividade As leis da Física são as mesmas em todos os sistemas referenciai sinerciais.Ou seja, não existe nenhum sistema de referência inercial preferencial. 

2º Postulado ou Princípio da Constância daVelocidade da Luz. A velocidade da luz no vácuo tem o mesmo valor c para todos os sistemas referenciais inerciais. O 2º postulado quer dizer que a velocidade da luz no vácuo (c = 300.000 km/s) não depende da velocidade da fonte emissora de luz nem do movimento do observador. Ela não depende do sistema de referência inercial adotado. Como conseqüência, os conceitos de espaço e tempo são relativos,isto é, se a velocidade c é constante para todos os observadores, então o espaço e o tempo, cujo quociente fornece o valor de c, podem assumir diferentes valores, dependendo do observador. A teoria da Relatividade Geral rege-se pelo postulado: 

Existe uma completa equivalência física entre um campo gravitacional e a correspondente aceleração de um sistema de referência. Estahipótese estende o princípio da relatividade especial para sistemas e referência uniformemente acelerados. 

De acordo com esse princípio, uma pessoa fechada em uma espaçonave acelerada verticalmente para cima, com a mesma aceleração que a da gravidade da Terra (≈ 9,8 m/s2), não poderia afirmar se a força que o prende ao chão da sala tem origem no campo gravitacional da Terra ou se essaforça é devida a aceleração da própria sala através do espaço. 
3-Conceitualmente, e de acordo com o Dicionário Houaiss pode-se entender «tempo» como a "duração relativa das coisas que cria no ser humano a idéia de presente, passado e futuro". 

Segundo Stephen Hawking em "A Brief History of Time", a noção de tempo evoluiu, ou seja, deixou de ser entendido de forma absoluta e passou aser interpretado em termos relativos. 
Diz Hawking que "até ao inicio do século XX as pessoas acreditavam num tempo absoluto. Cada acontecimento podia ser rotulado por um número designado «tempo» de uma maneira única e todos os relógios mediriam o mesmo intervalo de tempo entre dois acontecimentos. Contudo, a descoberta de que a velocidade da luz é a mesma para todos os observadores, conduziu àteoria da relatividade (...). Cada observador tem a sua própria medida de tempo, registrada pelo seu relógio: relógios diferentes não coincidem necessariamente uns com os outros. Deste modo, o tempo tornou-se um conceito mais pessoal, relativo ao observador que o mede". 

Ou seja, o tempo é agora entendido como uma quantidade dinâmica, em que a cada partícula individual, ou...
tracking img