Teoria da relatividade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 67 (16582 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FATEC-SP - FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO DEPARTAMENTO: HIDRÁULICA E SANEAMENTO CURSO: HIDRÁULICA E SANEAMENTO AMBIENTAL

O QUE É A TEORIA DA RELATIVIDADE

Prof. Célio Carlos Zattoni Agosto de 2008.

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO – FATEC-SP DEPARTAMENTO DE HIDRÁULICA E SANEAMENTO PROF. CÉLIO CARLOS ZATTONI

Página 1

O acadêmico Lev Landau foi laureado com os prêmios doEstado Russo, de Lênin e Nobel, e é autor da obra “Curso de Física Teórica”, conhecida mundialmente. Seus livros são dedicados aos fenômenos da supercondutividade, a origem das tempestades e raios cósmicos, aos problemas cardeais da física das partículas elementares e aos processos no plasma, etc. Ultimamente Landau elaborou trabalhos sobre a teoria das partículas elementares, o problema maisimportante da física moderna.

O doutor em ciências físico-matemáticas, professor Yury Rumer, é diretor do instituto de rádio-física e eletrônica da filial siberiana da Academia de Ciências da URSS. É conhecido por seus trabalhos em rádio-física e seus estudos no campo dos raios cósmicos.

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO – FATEC-SP DEPARTAMENTO DE HIDRÁULICA E SANEAMENTO PROF. CÉLIO CARLOSZATTONI

Página 2

Acadêmico L. LANDAU Professor Y. RUMER

O QUE É A TEORIA DA RELATIVIDADE
Traduzido do russo para o espanhol pelo engenheiro V. LLANOS MAS

Traduzido do espanhol para o português pelo tecnólogo Célio Carlos Zattoni

Terceira edição FATEC-SP – Faculdade de Tecnologia de São Paulo Departamento de Hidráulica e Saneamento São Paulo – SP * 2008

FACULDADE DE TECNOLOGIA DESÃO PAULO – FATEC-SP DEPARTAMENTO DE HIDRÁULICA E SANEAMENTO PROF. CÉLIO CARLOS ZATTONI

Página 3

Ao Leitor Decorreram cem anos desde o momento em do que Albert Einstein criou a Teoria da Relatividade. Esta teoria, que por certo tempo muitos a criam ser um jogo paradoxo de palavras, converteu-se durante muito tempo numa das pedras angulares da relatividade, como o seria sem a noção atual dosátomos e das moléculas. É difícil até enumerar os fenômenos físicos que são impossíveis de explicar sem a teoria da relatividade. Baseando-se nesta teoria se fabricam aparelhos tão complicados como são os aceleradores de partículas "elementares", faz-se possível o cálculo das reações nucleares, e etc. No entanto, infelizmente, a teoria da relatividade é muito pouco conhecida fora do círculo estreitodos especialistas. E sucede assim, porque a citada teoria pertence ao grupo das teorias de elevado grau de dificuldade. E não se pode exigir de quem não seja físico o manejo natural do aparelho matemático desta teoria, por certo, bastante complicado. Apesar de tudo isto, nós cremos que as noções principais e as idéias da teoria da relatividade podem ser expostas de maneira acessível para sercompreendida por um círculo de leitores bastante amplo. Abrigamos a esperança de que ao leitor que tenha lido nosso livro, já não lhe poderá vir à cabeça a idéia de que a teoria da relatividade se reduz à afirmação: “no mundo tudo é relativo". Pelo contrário, o leitor verá que a teoria da relatividade, como qualquer outra teoria física correta, é o estudo de uma realidade objetiva, independente denossos desejos e gostos. Recusando as velhas noções sobre o espaço, o tempo e a massa nós penetramos mais profundamente no conhecimento de como o mundo está verdadeiramente construído. Os autores Lev Landau Yury Rumer

"...segue sendo, não obstante, indubitável, que a mecânica era um cálculo dos movimentos lentos, reais, enquanto a nova física é um cálculo dos movimentos reais que têm lugar comprodigiosas velocidades...” "A mutabilidade das representações humanas sobre o espaço e o tempo não refuta a realidade objetiva de um ou de outro, como a mutabilidade de nossos conhecimentos científicos sobre a estrutura e as formas do movimento da matéria também não refuta a realidade objetiva do mundo exterior." V. I. LENINE

Adquiri este livro em 1969 e, desde então eu o li diversas vezes e...
tracking img