Teologia do culto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1402 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Pag.01

Teologia do Culto


Igreja do Evangelho Quadrangular-Secretaria Geral de Educação e Cultura
Curso Livre em Teologia a Distancia– CLT/EAD
Livro:Teologia do Culto
20/11/2011

RESUMO

Parem de trazer ofertas inúteis! O incenso de vocês é repugnante para mim. Luas novas,sábados e reuniões! Não consigo suportar suas assembléias cheias de iniqüidade. Isaías 1:13

Como e porque cultuamos? A experiência devocional do culto público é uma das mais completas e significativas experiências que um ser humano pode ter. Mas, em muitas igrejas, a realidade é exatamente o oposto: reuniões longas, cansativas, maçantes, desconectadas da sua realidade, constrangedoras eincitadoras do medo e da ansiedade.

Palavra-chave: Culto, Devocional, reuniões,

INTRODUÇÃO

Este artigo está enfocando um tema de extrema importância na vida prática da Igreja que é o culto a Deus. O assunto é pertinente porque hoje mais do que em qualquer outra época o culto a Deus está perdendo as suas características conforme definidas nas Sagradas Escrituras. Há fogo estranho no arraial deDeus. Muitos do povo de Deus, seguindo as orientações de líderes que não conhecem a doutrina cristã, ou se as conhecem estão deliberadamente fugindo do padrão que o Altíssimo definiu para disciplinar o assunto, estão adorando a Deus de uma forma errada, de qualquer jeito e de qualquer maneira, onde o homem ocupa o lugar de Senhor e Deus o lugar de servo. Além disso, estão introduzindo muitaspráticas estranhas para agradar ao adorador e não ao objeto da adoração que é o Deus Verdadeiro.

Pag.02

A palavra Teologia é uma palavra derivada de duas palavras gregas: Theos – Deus e Logos (logia) – estudo, tratado. Assim sendo, de uma forma simplificada, podemos conceituar Teologia como sendo o estudo acerca deDeus. “Comumente a Teologia se divide em Bíblica, Sistemática, Histórica, e Prática” (STRONG). Este artigo enfoca uma parte da Teologia Prática, que é o estudo das práticas do relacionamento do cristão com Deus; A palavra culto é de origem latina (cultus), e significa, dentre outras coisas, reverência, homenagem que se presta a uma divindade, ofício religioso; Teologia do Culto é, portanto, o estudoda maneira como se deve prestar o culto a Deus de uma forma que Lhe seja agradável.

Talvez estejamos perdendo o foco do culto, de seu propósito e características.

O culto deve ser festivo (celebração) – “Louvem-no com cânticos de alegria e ao som de música” – Salmo 98:4

O culto deve ser solene (cerimonial) – mas não confunda solene com sonolento. O dicionário cita “solene” como“algo que infunde respeito”. O culto pode ser festivo e ainda assim ter momentos solenes. Atos simples como fechar os olhos, curvar a cabeça, ajoelhar-se, curvar-se ou colocar-se de pé reverencialmente são solenidades.

O culto deve ser memorial – os elementos do culto devem estimular a lembrança do que Deus fez, devem trazer à memória também o que nós fizemos (de bom, para gratidão ou de mal,para arrependimento e perdão).

O culto deve ser pactual, deve produzir alianças e compromissos. Um culto verdadeiro sempre motivará a tomada de decisões em relação a Deus e ao próximo.

O culto deve ser evangelístico, mas não apenas na pregação. O culto todo deve ser a manifestação compreensível e saborosamente convidativa dos conteúdos do Evangelho: a alegria, a paz, a comunhão, operdão, a esperança e o serviço devem estar manifestos.

O culto deve ser simbólico - mas com símbolos autênticos, verdadeiros e significativos.

O culto deve ser violento (no seu impacto) – mas, violência aqui não tem relação com brutalidade, mas com energia e poder. Há, pelo menos, três “violentas” manifestações divinas relacionadas a um culto em Atos. No capítulo 2, ouviu-se um som...
tracking img