Teoria da narrativa juridica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (302 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
QUESTÕES:
Resuma, em até cinco linhas, qual a versão narrada pela parte autora.
Nasci em uma família pobre. Cedo tive que trabalhar para ajudar no orçamento familiar.Após me formar em administração, conseguir um emprego, em um escritório de advocacia. Em uma viagem de trabalho fui seduzida pelo meu patrão, o qual me forçou a ser sua amante napreservação do emprego. No dia que rompi fui despedida e o meu patrão contou a todos do nosso caso, onde resultou na morte da minha mãe e eu desempregada.

Identifique, na transcriçãodesse segmento, pelo menos três informações que a parte ré não teria narrado. Justifique por quê.
a) “elogiou o seu atributo físico “ – você quer me dizer que sua secretária éformada em administração? Mas ela é “gostosa demais! Você ia ficar muito chateada se eu convidasse ela para trabalhar comigo?”
b) impediu-a de trancar a porta, dizendo bem alto “- Estanoite eu vou dormir aqui com você”.
c) de volta ao trabalho, no final do expediente, convidou-a para ser sua amante fixa “ - porque tinha certeza que ela ia ser “boazinha” e aceitarsua proposta”.
d) contou ao namorado da autora, mostrando-lhe, inclusive, fotografias suas em posições obscenas.

Identifique pelo menos dois recursos linguísticos que visem avalorar os fatos a favor da parte autora
a) Esse diploma foi conquistado não sem esforço melhor, melhor se diria até com grande sacrifício.
b) Não restou à autora senão aceder apassar a noite com o réu. Enojada, vencendo a repugnância, por várias vezes permitiu que ele a possuísse, sempre para evitar o escândalo.

c) Ao final do expediente, porém, o réuchamou a autora, dizendo que precisava conversar com ela e oferecendo uma carona. Cuidando, ingenuamente, que receberia o tão esperado pedido de desculpas, a autora aceitou o convite.
tracking img