Teoria e narrativa da pratica juridica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1438 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Plano de Aula: 7 - Teoria e Prática da Narrativa Jurídica
TEORIA E PRÁTICA DA NARRATIVA JURÍDICA
Título
7 - Teoria e Prática da Narrativa Jurídica
Número de Aulas por Semana
1
Número de Semana de Aula
7
Tema
Organização dos fatos na narrativa jurídica.
Objetivos
O aluno deverá ser capaz de:
- Compreender a necessidade de organização cronológica dos fatos na narrativa jurídica;
-Identificar corretamente o fato gerador da demanda;
- Desenvolver interesse pela pesquisa, com acesso a fontes principiológicas, legais, doutrinárias e jurisprudências.
Estrutura do Conteúdo
1. Formas de organização dos fatos na narrativa
1.1. Organização cronológica
1.2. Organização acronológica
2. Identificação do fato gerador
3. Organização linear dos fatos nas narrativas cível e criminalAplicação Prática Teórica
No discurso jurídico, é necessário ater-se aos fatos do mundo biossocial que levaram ao litígio. Ao procurar um advogado, o cliente fará, logo de início, um relato dos acontecimentos que, em sua perspectiva, causaram-lhe prejuízo do ponto de vista moral ou material. Contará sua versão do conflito, marcada, geralmente, por comoção, frequentes rodeios e muitaparcialidade. Já compreendemos, nas aulas anteriores, que saber selecionar essas informações é importante e esse procedimento depende não só da peça que se quer redigir, mas também de uma visão crítica madura e acurada.
Ao profissional do Direito caberá, em seguida, organizar as informações importantes obtidas nessa conversa, com vistas à estruturação da narrativa a ser apresentada na petição inicial.Sempre que o advogado elencar fatos, haverá entre eles um lapso temporal, imprescindível para a narrativa, a qual, por sua própria natureza, deve respeitar a cronologia do assunto em pauta, ou seja, a estrita ordem dos acontecimentos na realidade. A essa narrativa chama-se também narrativa linear. Sobre esse assunto, leia, também, o capítulo “Narração e descrição: textos a serviço da argumentação”, dolivro Lições de argumentação jurídica: da teoria à prática, de cuja obra se extraiu o exemplo adiante:
 
INSERIR AQUI O ANEXO 4
Ao contrário, não se deve apresentar fatos em sequência alterada, não-linear. Para Victor Gabriel Rodríguez, a utilização da narrativa linear evidencia para o leitor o encadeamento lógico entre os acontecimentos, crucial para se estabelecerem os nexos de causalidade ealcançar também maior clareza textual.
Adiante, uma tabela com vocabulário da área semântica de tempo, a fim de orientá-lo na produção das narrativas.
 
VOCABULÁRIO DA ÁREA SEMÂNTICA DE TEMPO[1]: |
Tempo em geral | idade, era, época, período, ciclo, fase, temporada, prazo, lapso de tempo, instante, momento, minuto, hora, etc. |
Fluir do tempo | o tempo passa, flui, corre, voa, escoa-se,foge, etc. |
Perpetuidade | perenidade, eternidade, duração eterna, permanente, contínua, ininterrupta, constante, tempo infinito, interminável, infindável, etc. Sempre, duradouro, indelével, imorredouro, imperecível, até a consumação dos séculos, etc. |
Longa duração | largo, longo tempo, longevo, macróbio, Matusalém, etc. |
Curta duração | tempo breve, curto, rápido, instantaneidade,subitaneidade, pressa, rapidez, ligeireza, efêmero, num abrir e fechar d 'olhos, relance, momentâneo, precário, provisório, transitório, passageiro, interino, de afogadilho, presto, etc. |
Cronologia, medição, divisão do tempo | Cronos, calendário, folhinha, almanaque, calendas, cronometria, relógio', milênio, século, centúria, década, lustro, qüinqüênio, triênio, biênio, ano, mês, dia, tríduo,trimestre, bimestre, semana, anais, ampulheta, clepsidra, etc. |
Simultaneidade | durante, enquanto, ao mesmo tempo, simultâneo, contemporâneo, coevo, isocronismo, coexistente, coincidência, coetâneo, gêmeo, ao passo que, à medida que, etc. |
Antecipação | antes, anterior, primeiro, antecipadamente, prioritário, primordial, prematuro, primogênito, antecedência, precedência, prenúncio, preliminar,...
tracking img