Teoria cognitiva-comportamental para o stress

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 61 (15103 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO
CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS
INSTITUTO DE PSICOLOGIA
GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA



Terapia Cognitivo-Comportamental para o Transtorno de Estresse Pós-Traumático com Sintomas Dissociativos: Novos Desafios Clínicos




Ana Cristina Lages Corrêa DRE:104074094

Orientadora: Paula Rui VenturaRio de Janeiro
Mês/2010





Monografia apresentada a Graduação em
Psicologia do Instituto de Psicologia da
UFRJ, como parte dos requisitos à obtenção do grau de Formação em Psicologia.








Orientadora: Prof. Dra. Paula Rui VenturaRio de Janeiro
2010









Resumo


A Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) é notadamente eficaz para o tratamento dos transtornos de ansiedade, em geral, e para o Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT), emparticular. Entretanto, sintomas dissociativos encontram-se presentes nesta patologia e não vem recebendo a atenção devida no âmbito clínico. A dissociação está relacionada ao desenvolvimento de TEPT, bem como à gravidade dos sintomas. Este trabalho tem como propósitos: 1) fazer revisão da literatura sobre o papel da dissociação como preditora de resposta de pacientes com diagnóstico de TEPT àintervenção cognitivo-comportamental; 2) discutir a relevância da pesquisa sobre dissociação para aprimoramento do tratamento cognitivo-comportamental para pacientes com TEPT dissociativo. Foram realizadas buscas eletrônicas nas bases ISI, Pubmed, e Scielo. Foram, ainda, realizadas buscas a partir das citações presentes nos artigos encontrados. Não foi localizado qualquer artigo que abordasse aresposta à TCC de pacientes dissociativos com TEPT, somente outros transtornos psiquiátricos. A partir deste resultado, os critérios de seleção foram ampliados a fim de incluir também os demais transtornos. Foram encontrados três artigos que preenchem os critérios estabelecidos. A falta de estudos sobre o impacto da TCC em pacientes com TEPT dissociativo ilustra demanda pela elaboração deplanos de tratamento que tenham como foco a dissociação no TEPT, bem como estudos controlados para aferir sua eficácia. Os estudos envolvendo pacientes com dissociação e outros transtornos que não o TEPT apontam má resposta à intervenção e maiores taxas de abandono do tratamento.







SumárioI.Introdução...................................................................................
I.1 - Violência urbana ...................................................................
I.2 –Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT)...................
I.2.1 – Breve Histórico..................................................................
I.2.2 – Critérios Diagnósticos.......................................................
I.2.3 – Definição de Trauma........................................................
I.2.4 – Prevalência........................................................................
I.2.5 – Co-morbidades..................................................................
I.2.6 – Crescimento pós-traumático.............................................
I.2.7 – Vulnerabilidade ao TEPT e diferenças individuais..........
I.2.8 – BasesNeurobiológicas.....................................................
I.2.9 – Modelo animal do TEPT..................................................
I.2.10 – Memória.........................................................................
I.3 – Modelo Cognitivo-Comportamental do TEPT....................
I.4 – Tratamento Cognitvo-Comportamental..............................
I.5 –...
tracking img