Teoria burocratica de max weber

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 33 (8062 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]




APOSTILA Nº 01



1. INTRODUÇÃO
1.1. O que é Marketing
1.1.1. O que Marketing não é
1.2. A Evolução Conceitual do Marketing
1.2.1. Maslow e a Hierarquia de Necessidades.
1.2.2. A Nova Era trazida por Philip Kotler
1.2.3. A Origem Remontando a 1650
1.2.3.1. A Chegada do Marketing no Brasil
1.3.Distinções Essenciais entre Vendas e Marketing
1.4. Necessidades, Desejos e Demandas.
1.5 Valor, Satisfação e Qualidade.
1.6. Troca, Transações e Relacionamentos.









1. INTRODUÇÃO (Compreendendo o Marketing e o Processo de Marketing)


“O marketing deve ser compreendido como um conjunto de esforços que tem por objetivo sofisticar a habilidade competitiva das empresas através de umaatuação qualitativamente diferenciada frente aos mercados consumidores”.

Jorge Roldão*




Objetivo da Disciplina


Nosso objetivo: compor uma sólida base conceitual e prática de marketing e comunicação com a finalidade de agregar contribuições pontuais e complementares ao processo de construção de futuro seguindo o modelo proposto pelo curso.


Introdução


O Marketing assume o papel decontribuir no esforço e no que se refere à capacitação da visão e da ação do gestor através das abordagens e ferramentas do marketing e da comunicação.
Compreender a dinâmica da evolução e do comportamento das variáveis competitivas de mercado será tomado como um ponto chave no desenvolvimento da disciplina.
Utilizar abordagens estratégicas e táticas de posicionamento e deconstrução de ações de mercado que sejam respostas às demandas e situações do ambiente competitivo da organização de forma a equilibrar as suas necessidades e as expectativas, bem como as dos demais componentes do ambiente (acionistas, clientes, empregados, sociedade e fornecedores).
O marketing, tal como conceituado, já foi objeto de sólidos estudos, concepções teóricas e suas demonstrações,tendo-se desdobrado largamente, à par de suas múltiplas aplicações, variações e evoluções no cotidiano dos mercados.
Nomes hoje reconhecidos internacionalmente deram ao marketing sua forma conceitual, traçando e estabelecendo princípios que o fundamentam, regendo a sua aplicação. Mas, apesar do farto e bem cuidado material já publicado, uma parcela imensa das pessoas ainda o desconhece, ou, sepensa conhecê-lo, geralmente o toma simplesmente por propaganda, seja por não utilizá-lo em proveito de seus empreendimentos, como simplesmente por não ter se dedicado ao seu estudo.







* - Atua como docente em cursos MBA/pós-graduação lato-sensu em universidades do Rio de Janeiro, Mato Grosso, Espírito Santo, São Paulo e Goiás.

1.1. O que é Marketing


Marketing é uma função gerencialque busca ajustar a oferta da organização a demandas específicas do mercado, utilizando como ferramental um conjunto de princípios e técnicas. Pode ser visto, também, como um processo social, pelo qual são reguladas as ofertas e demanda de bens e serviços para atender às necessidades sociais. É, ainda, uma orientação da administração, uma filosofia, uma visão. Essa orientação reconhece que aorientação primordial da organização é satisfazer o consumidor, atendendo as suas necessidades, levando em conta seu bem-estar em longo prazo, respeitado as exigências e limitações impostas pela sociedade e atendidas às necessidades de sobrevivência e continuidade da organização.
O termo marketing pode ser usado, então, nesses três sentidos, o que, sem dúvida, tem originado grande confusão,refletindo-se em diferentes conceituações, como indicado a seguir:


Marketing é…


"… o processo pelo qual a economia é integrada à sociedade para servir às necessidades humanas”.
Peter Drucker[1]


"… criar e manter clientes".
Theodore Levitt[2]

"… a atividade humana dirigida à satisfação de necessidades e desejos por meio de processos de troca”.
Philip Kotler[3]


“... conjunto de esforços...
tracking img