Tendencias pedagogicas progressista libertadora.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1978 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Escola Estadual Vinícius de Moraes




Alunas:
Aline Rodrigues
Marlene Velozo
Neuza Meneguello
Fernanda Rodrigues
Leopoldo




































Tendência Progressista LibertadoraNaviraí/MS
Fevereiro - 2012




Escola Estadual Vinicius de Moraes






Alunas:
Aline Rodrigues
Marlene Velozo
Neuza Meneguello
Fernanda Rodrigues
LeopoldoTendência Progressista Libertadora




















Trabalho aplicado pela Prof. Elisangêla, referente e disciplina de Organização do Fazer Pedagógico na Educação Infantil e nos anos iniciais do Ensino Fundamental.
















Naviraí/MSFevereiro-2012


Introdução




Em um dado momento histórico, os movimentos sociais e filosóficos são responsáveis pelas tendências pedagógicas. As intenções pedagógicas propiciam a união das práticas didático-pedagógicas, favorecendo o conhecimento, sem “fechar questão”, sem querer ser uma verdade única e irrestrita. Seu conhecimento se torna deespecial importância para o professor que deseja construir sua prática educativa. A tendência da qual iremos abordar neste trabalho é a tendência progressista libertadora, o papel da escola progressista libertadora era visar e levar professores e alunos a atingir um nível de consciência da realidade em que vivem na buscada transformação social. A relação do professor e aluno e de igual,horizontalmente com aprendizagem problemática onde propõe uma educação libertadora, na qual o professor e aluno se educam mediados pelo mundo. A dialética progressista pedagógica libertadora tem sido empregada com êxito em vários setores dos movimentos sociais (sindicatos, associações de bairro, alfabetização de adultos, etc.). O termo progressista é tomado por empréstimos de George Snyders e apontaprocessos ou movimentos voltados a morte de uma velha estrutura e a construção de uma nova. A escola progressista libertadora faz com que professor e aluno tenham total segurança do seu direito de aprofundar e aperfeiçoar mais com as tendências pedagógicas dentro da prática escolar dentro das teorias progressista libertadora.
Assim, quando se fala na educação em geral diz-se que ela é umaatividade onde professores e alunos mediatizado pela realidade que aprendem e da qual extraem os conteúdos de aprendizagem atingem um nível de consciência dessa mesma realidade, a fim de nela atuarem, num sentido de transformação tradicional, denominada "bancaria" que visa apenas depositar informações sobre o aluno quando a educação renovada que pretenderia uma libertação psicológica individual, poisem nada contribuem para desvelar a realidade social de opressão. A educação libertadora, ao contrário questiona concretamente a realidade das relações do homem com a natureza e com os outros homens visando a uma transformação da educação crítica dos conteúdos de ensino, denominados "temas geradores", são extraídos da problematização da prática de vida dos educandos. Os conteúdos tradicionais sãorecusados porque cada pessoa e cada grupo envolvidos na ação pedagógica dispõem em si próprios ainda que de forma rudimentares dos conteúdos necessários dos quais se parte. O importante não é a transmissão de conteúdos específicos, mas despertar uma nova forma da relação com a experiência vivida. A transmissão de conteúdos estruturados a partir de fora é considerada como "invasão cultural" ou...
tracking img