Tecnologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4176 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MATERIAIS PARA MATRIZES E FERRAMENTAS

METAL DURO























Belo Horizonte

06/2011





SUMÁRIO


1. INTRODUÇÃO 3

2. METAL DURO 4

3. CLASSE DOS METAIS DUROS 5

4. SELEÇÃO DO METAL DURO 7

5. TRATAMENTO SUPERFICIAL 10

6. TRATAMENTO SUPERFICIAL 12

7. CONCLUSÃO 13






INTRODUÇÃO

Um materialdestinado à utilização em fabricação de matrizes ou ferramentas, para ser eficiente, deve apresentar algumas características mecânicas indispensáveis na sua aplicação, tais como alta dureza, resistência ao desgaste, tenacidade suficiente para evitar trincas por impacto, boas propriedades mecânicas e térmicas a temperaturas elevadas, além de, também, ser inerte quimicamente.

Dentre osmateriais utilizados para fabricação de matrizes e ferramentas, destaca-se o metal duro, que é considerado como o segundo grande impulso na área dos materiais para este fim. O primeiro foi com o surgimento do aço rápido que no início do século XX revolucionou a prática de usinagem, dando um grande aumento na produtividade, onde as velocidades de corte foram aumentadas, naquela época, de 3 a 5 m/min., coma utilização do aço carbono, para cerca de 30 a 35 m/min., com a utilização do aço rápido. Posteriormente, no final da década de 20, com a descoberta do metal duro, houve grande impulso na usinagem, onde as velocidades de corte foram aumentadas de 30 a 35 m/min., com a utilização do aço rápido, para expressivos 250 a 300 m/min., com a utilização do metal duro. Nesta época, foram verificadas asexcelentes propriedades de dureza e resistência ao desgaste do metal duro, que foi batizado pelos alemães de “widia” (de “wie diamond”, que em alemão significa “ como o diamante”), fazendo referência à semelhança das propriedades desse material com as do diamante, o que é considerado, até certo ponto, como exagero.

O metal duro é fabricado através da metalurgia do pó, cuja técnica consisteem transformar pós de metais, metalóides ou ligas metálicas e, às vezes, também substâncias não metálicas, em peças resistentes, sem recorrer á fusão, empregando apenas calor. A operação de aquecimento, realizada em condições controladas de temperatura, tempo e atmosfera, é chamada de sinterização.

Dentre os materiais utilizados para fabricação de matrizes e ferramentas, este trabalhodá ênfase ao metal duro, com objetivo de trazer maiores informações a fim de enriquecer o conhecimento sobre este material de tão grande importância desde o seu descobrimento até os dias atuais.


METAL DURO

Este é o mais importante material empregado em ferramentas de usinagem, na indústria moderna. Vários tipos são igualmente utilizados em matrizes de conformação, principalmente deesfriamento e trefilação, em ferramentas de percussão, em peças resistentes ao desgaste, em componentes de matrizes para metalurgia do pó e aplicação semelhantes.

Metal duro é o nome dado a uma liga de carboneto de tungstênio, produzido por metalurgia do pó, é produzido pela prensagem e sinterização de uma mistura de pós de carboneto e outros materiais de menos fusão, chamados aglomerantes, sãoeles, cobalto, cromo, níquel.

Após a prensagem, o composto já tem consistência para ser usinado na forma desejada. Após ocorre o processo de sinterização, aquecimento a uma temperatura suficiente para fundir o aglomerante, que preenche os vazios entre os grãos dos carbonetos. O resultado deste processo é uma material de dureza elevada, entre 75 e 90 HRa.

As ferramentas de corte, onde aprioridade desejada é elevada dureza, tem teores baixos de aglomerante, menos de 5%. Já em discos de laminação, onde a resistência ao impacto passa a ser vital, é necessário perder um pouco a dureza para conseguir um mínimo de tenacidade. Nesse caso, dependendo da aplicação, o teor de aglomerante pode chegar a 30% ou 35%.

Na década de 20, na Alemanha, Karl Schröter produziu em laboratório WC,...
tracking img