Tecnologia e sociedade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2599 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Ministério da Educação
Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional

Engenharia Industrial Elétrica ênfase Eletrotécnica

Tecnologia e Sociedade

Itaú – Feira

Alunos: Heric Akio Kishino
Guilherme Weigert
Emanuel Couto Weiss
José Antonio Rodriguez Neto

Trabalho apresentado na
Disciplina deTecnologia e Sociedade
Professor: Roberto Ranna Keller

Curitiba
2010
Propaganda do Itaú: Feira

Jamal e Jacó. Separados por razões que vêm de muito antes de eles nascerem. Mas unidos por uma mesma paixão. O Itaú patrocina a seleção brasileira porque acredita que o nosso futebol aproxima as pessoas. Itaú, feito para você.
.
No vídeo, dois meninos, um israelense e um palestino,acompanhados por seus pais, estão numa espécie de feira livre. A criança israelense usa uma camisa da seleção brasileira e brinca com uma bola de futebol. Seu pai acompanha. O segundo garoto, palestino, também veste uma camisa da nossa seleção. Ao lado dele, o pai negocia com o dono de uma das barracas da feira. De repente, a bola de futebol sai do controle do menino israelense e derruba amercadoria de um comerciante palestino. Os dois meninos e seus pais se entreolham. As crianças, então, se reconhecem com a mesma camisa amarela. O garoto palestino abre um sorriso, toca a bola de volta para a criança israelense e eles passam a brincar alegres. Os pais param para observar a cena e terminam sorrindo também. O locutor finaliza: “O Itaú patrocina a seleção brasileira porque acredita que onosso futebol aproxima as pessoas”.
O novo comercial do Itaú que traz o futebol como tema principal. Grande apoiador do esporte no Brasil – além de cotista das transmissões do futebol nacional e da Copa do Mundo 2010 patrocina a Seleção Brasileira de Futebol e foi a primeira empresa brasileira a se tornar patrocinadora oficial da Copa de 2014, o Itaú mostra com o vídeo “Feira” que,independentemente do lugar, o futebol é uma verdadeira paixão, capaz de unir os povos.
Primeiramente pode-se analisar a contextualidade do comercial, orientais fundamentalistas, metódicos, possuem uma forte tradição cultural e a seguem piamente.
O comercial tenta nos passar a simpatia dos estrangeiros por nossos instrumentos de entretenimento, mas, não de Israelenses e Palestinos. Mesmo que tenhamtal simpatia, para esses, a aproximação e união depende de suas origens, independentemente do instrumento por mais "poderoso" que possa parecer. É como narra o locutor do comercial, inicialmente: "Eles são separados por razões que vêm de muito antes deles nascerem".
Demonstra-se que estamos impregnados por uma imagem estereotipada dos povos de lá, transmitida pela mídia e, atualmente,a intolerância exista para poucos gatos pingados. Mas... Talvez! Para nós, foi magnificamente utópico! Pois, povos como eles não se unem por algo tão supérfluo: em questão, o futebol. Lá não é como aqui, onde a política de "pão e circo" corre solta! Enquanto há coisas mais sérias para serem resolvidas, nos divertimos. Também, não se pode afirmar que a guerra deles seja por motivos plausíveis,Digamos que a política de lá seja "terra e guerra".

Podemos também analisar a propaganda pelo lado do "Anti-semitismo".
Quem lança a bola (suposto agressor) é Israel. Quem tem o saco derrubado (suposta vítima) é um Árabe, o Israelense fica apreensivo após o ocorrido, o Árabe devolve a bola e sorri (suposto apaziguador), logo em seguida o símbolo da "paz" a camisa da seleção é focada e aBrasilidade toma conta e tudo vira alegria.
A idéia da propaganda do Itaú de mostrar que o futebol pode unir as pessoas, independente de razões políticas, como no caso de palestinos e israelenses, é verdadeira se for analisado somente “um pequeno instante”, isso mesmo um momento não considerável - em se falando do conflito Israel VS Palestina, dois países e uma guerra sem fim. O detalhe de os dois...
tracking img