Tecnologia de gestao

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4667 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]
UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP
CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA











DESAFIO DE FERRAMENTAS DE GESTÃO












SÃO JOSE DOS CAMPOS 2011

UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP
CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

















DESAFIO DE FERRAMENTAS DE GESTÃO
























SÃO JOSE DOS CAMPOS2011

SUMÁRIO



Desafio para o Gestor Contemporâneo.............................................................. .4
- Quem é a empresa
Tecnologias de Gestão Organizacional..........................................................9
- Gestão da qualidade Total
As Principais características, vantagens e Aplicação de Tecnologia de Gestão..10
- Benchmarking
- Open Book
- Reengenharia- Empowerment
- Gestão e Organização Horizontal
- Capital Intelectual
Ferramentas de Gestão Organizacional ............................................................12
- Sistema de Informação Gerencial
- Balanced Scorecard
Seis Sigma
Novas demandas e ambientes para o Gestor Contemporâneo........................13
- Assedio Moral
- Projetos Socioambientais
- Missão e Valores
-Iso 14001
- Cipa












Tema 1: Desafio para o Gestor Contemporâneo

Odebrecht adquire controle da fabricante Mectron.
Depois de negociar por cerca de quatro meses, o grupo Odebrecht assumiu o controle acionário da Mectron, uma das mais importantes empresas do setor de defesa brasileiro, fabricante de mísseis e produtos de alta tecnologia para o mercado aeroespacial.As negociações envolveram valores em torno de R$ 100 milhões. Com 27,2% do capital total da empresa, o BNDES permanece como acionista da Mectron. Os quatro fundadores da companhia --Antonio Rogerio Salvador, Azhaury da Cunha, Carlos Alberto de Paiva Carvalho e Wagner Campos do Amaral-- também vão manter participação significativa de ações da empresa, situada em São José dos Campos (SP).
Oacordo com a Mectron representa uma ação estratégica importante para o grupo Odebrecht, que busca ampliar sua atuação no mercado nacional e internacional de equipamentos e serviços militares.
"Esta aquisição é um passo importante pela atuação relevante e estratégica da Mectron no mercado de defesa do Brasil. Nosso objetivo é fortalecer a empresa e transformá-la em base de exportação de produtos eserviços impulsionando a indústria nacional, em alinhamento com um dos princípios da
Estratégia Nacional de Defesa", disse Roberto Simões, diretor-superintendente da Odebrecht Engenharia Industrial.
"Estamos confiantes em ter a Odebrecht como parceira por sua contribuição na abertura de novas oportunidades para a Mectron", afirmou Antonio Rogerio Salvador, sócio-fundador e atual presidente,da Mectron, que atua no mercado de alta tecnologia, em especial o de defesa, desde 1991.
O negócio entre a Mectron e a Odebrecht foi acompanhado de perto pelo governo brasileiro, que tem interesse em reestruturar o setor e incentiva a criação de blocos de empresas de defesa, com capacidade para fazer investimentos de risco no desenvolvimento de produtos estratégicos de interesse nacional.Procurado pela Folha pouco antes de Mectron e a Odebrecht anunciarem o acordo firmado, o Ministério da Defesa informou que observa "com grande interesse o desenvolvimento da indústria nacional de defesa e as soluções que as empresas encontram para crescer e descobrir novos mercados".
Ainda segundo o ministério, a Estratégia Nacional de Defesa, aprovada há três anos, fixa como ações prioritáriasdo governo incentivar a indústria e buscar possíveis soluções na área fiscal que permitam superar embaraços ao crescimento da indústria de defesa.
Em breve, o ministério deve enviar ao Congresso Nacional, por exemplo, um projeto de lei de cria normas especiais para compras, contratações de produtos e sistemas de defesa, além de estabelecer regras para desenvolvê-los no país.


QUEM É...
tracking img