Tecnologia da informacao

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1198 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Liderança – Por Pastor: Olício Viana
Reeditado por Renata S. - EncontrandoCristo.blogspot.com

Líderes que Deus deseja para sua igreja

“Esta é uma palavra fiel: se alguém deseja o episcopado, excelente obra deseja”. I Timóteo 3:1

Introdução

Não temos ministros em quantidade suficiente e muitos que estão realizando algum tipo de ministério, não possuem a chamada de Deus nem asqualificações que se precisa. Como colocar o homem certo, no lugar certo? O que é preciso para ser um líder na igreja? Deus estabeleceu critérios na escolha de Seus ministros, confiando-lhes a continuidade do trabalho feito por Jesus, requerendo que cada um se ache digno e apto no cumprimento de seu ministério.
Como desenvolver bons ministros na igreja diante das duras críticas e de uma antipatianacional que os tem rotulado de oportunistas? É o que veremos neste estudo.

Comentário

1 . Definição de ministro:

A palavra “ministro”, significa “servo dos servos”. Em nossa sociedade, um “ministro” é um estadista a quem cabe dirigir um conjunto de serviços públicos, ou alguém comissionado para representar o seu governo no serviço diplomático abaixo do embaixador.
No sentido eclesiástico, éalguém autorizado a pregar, executar várias atribuições cerimoniais e atividades religiosas de uma igreja. Na igreja primitiva “serviço prestado ao Senhor em prol do Seu corpo aqui na terra” e o apóstolo Paulo via o ministério como uma “responsabilidade sarada e um privilégio”. (I Timóteo 3:1)

2 . Ofícios Ministeriais:

a) Bispo: Esta palavra em grego, “episkopos” e significa “supervisor”. Osapóstolos foram os primeiros que dirigiram territórios e não apenas sobre a igreja local.
b) Presbítero: Vem do grego “presbúteros”, significando “ancião”, “velho”. Na igreja primitiva o título de “presbítero” tinha o mesmo sentido de “bispo”, e “pastor”.
c) Diácono: Do grego “diákonos” significa “servo”. Essa palavra aponta para todo tipo de serviço, secular ou religioso (Mateus 10:7-8; Lucas12:37; etc.). Os diáconos surgiram com um problema social envolvendo viúvas (Atos 6:1-7).

3 . As características dos ministros da igreja:

Paulo orientou Timóteo e Tito sobre como eles deveriam escolher os que estariam na liderança da igreja. É o que você confere abaixo:

a) Ser irrepreensível: (I Timóteo 3:2; Tito 1:6-7). Não se trata de uma pessoa “perfeita”, mas de boa reputação. Se houverdesonestidade, infidelidade na vida de um “ministro” a sua liderança perderá influência sobre aqueles que ele está procurando levar a Deus.
O “ministro” deve sempre ter consciência de que está conduzindo outros por aquilo que ele é, diz e faz. Deve ser justo (Tito 1:8), correto no seu proceder, procurando pagar o que deve e só comprando quando tem condições de pagar. Deve saber viver dentro doseu orçamento.

b) Ser marido de uma só mulher: (Timóteo 3:2; Tito 1:6). A impureza moral sempre foi uma causa para queda de líderes cristãos.
O ataque na família e no relacionamento conjugal de um líder sempre é muito intenso. O “ministro” não deve ser necessariamente casado, porém se for, deve ter apenas uma mulher.
Na esfera do lar deve governar bem a sua casa (I Timóteo 3:4; Tito 1:6). O“ministro” governa a igreja, mas antes de tudo é líder de sua casa (o pastor da esposa e filhos é o próprio pastor da igreja e não só do ministério e os membros).

c) Ser sóbrio: (I Timóteo 3:2; Tito 1:8). Não faz julgamentos precipitados, é imparcial para tomar decisões e chegar a alguma conclusão, não mistura amizade com as coisas ministeriais.

d) Ser honesto: Outra versão traduz como “modesto”(I Timóteo 3:2). É o “ministro” que sabe entrar e sabe sair, sabe ganhar e sabe perder. Jesus não garantiu sucesso total para o serviço ministerial. (Lucas 10:10-11)

e) Ser hospitaleiro: (I Timóteo 3:2; Tito 1:8): Ele precisa ter sensibilidade às necessidades alheias, porém precisa ter cuidado em quem hospedar.

f) Ser apto para ensinar: (I Timóteo 3:2; Tito 1:9). O “ministro” deve...
tracking img