Tecnincas laboratoriais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1507 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás.
Tecnologia em Saneamento Ambiental
Disciplina: Técnicas Laboratoriais
Prof.° Anna Paula Santos Almeida






Técnicas Laboratoriais -
Relatório de Aula Prática









Alunas: Andressa Geise F. Brandão
Daniela Mayra Leal
Tamara Maciel R. de Lima1° Período.





Goiânia, 07 de Novembro de 2012.
Introdução

Na química um dos procedimentos laboratoriais mais utilizados é a medição de vidrarias, ou aferição. Algumas vezes não são exigidas medidas precisas, podendo haver variação volumétrica de uma vidraria para outra. Em outros casos são preciso saber com exatidão e precisão o volume de uma determinadasubstância. Por esse motivo é de grande importância que se conheça os recipientes volumétricos, sabendo definir quais estão calibrados, os mais precisos e quais tem maior exatidão para assim evitar erros.









Objetivo

Manusear as vidrarias, utilizar os principais recipientes volumétricos estudando sua manipulação, verificar a calibração, e comparar o volume das mesmas.Procedimento Experimental

Nº 1: Preencheu-se numa Proveta com capacidade volumétrica de 25 ml da marca Lab-tec, água destilada até o menisco, em seguida transferiu-se esse mesmo líquido para uma Proveta de capacidade volumétrica de 50 ml da marca Nalgon e verificou-se a calibração dessas vidrarias.

Nº 2: Adicionou-se 20 ml de água destilada numa Proveta de capacidade volumétricade 25 ml da marca Lab-tec, em seguida, transferiu-se o líquido para uma proveta de capacidade volumétrica de 100 ml da marca Nalgon e comparou-se o volume final.

Nº 3: Preencheu-se numa Proveta de capacidade volumétrica de 100 ml da marca Imolabor com água destilada até o traço de aferição, logo após, transferiu-se o mesmo líquido para um Erlenmeyer de capacidade volumétrica de 250 ml da marcaNalgon e verificou-se a calibração dessas vidrarias.

Nº 4: Preencheu-se numa Proveta de capacidade volumétrica de 100 ml da marca Nalgon com água destilada, até o seu menisco, em seguida, transferiu-se o líquido para um Béquer de capacidade volumétrica de 250 ml da marca Vidrolabor e comparou-se o volume final.

Nº 5: Preencheu-se numa Proveta de capacidade volumétrica de 100 ml da marcaVidrolabor com água destilada até o traço de aferição, depois, transferiu-se esse mesmo líquido para um Balão volumétrico de capacidade volumétrica de 100 ml da marca Deltex e verificou-se a calibração dessas vidrarias.

Nº 6: Fixou-se uma Bureta com capacidade volumétrica de 50 ml no suporte universal, com a torneira de escoamento fechada, colocou-se um Béquer com capacidade volumétrica de 50 mlem baixo da Bureta, e com o auxilio de outro Béquer com a também capacidade volumétrica de 50 ml, encheu-se a Bureta com água destilada até o menisco, segurou-se a torneira com a mão esquerda, usou-se os dedos polegar e médio dessa mão e iniciou-se o escoamento. Transferiu-se 20 ml desse mesmo liquido para o béquer com capacidade volumétrica de 50 ml e verificou-se o volume final.


Nº 7: Esteexperimento é considerado o mesmo do experimento anterior.

Nº 8: Segurou-se uma Pipeta Graduada com capacidade volumétrica de 10 ml pela extremidade superior e mergulhou-se a extremidade inferior em um Béquer com capacidade volumétrica de 50 ml contendo água destilada, fez-se a sucção com um Pipetador de Borracha (pêra) acoplado à parte superior da Pipeta até a sua aferição, em seguida deixou-seescoar lentamente 1 em 1 ml em outro Béquer também com capacidade volumétrica de 50 ml. Repetiu-se o procedimento até não encontrar mais dificuldades.

Nº 9: Preencheu-se uma Pipeta Volumétrica de capacidade volumétrica de 5 ml com água destilada, até o seu menisco, em seguida transferiu-se para uma Proveta com capacidade volumétrica de 10 ml e verificou-se a calibração das vidrarias.

Nº...
tracking img