Tecnica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2290 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
JEITINHO BRASILEIRO

Fernando Geronymo da Costa
Valdinei Giacomelli
Profª Josenei Martins
Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI
Engenharia Civil (ENC32) – Filosofia
20/04/12

RESUMO

O jeitinho brasileiro dispõe de um significado que pode variar dependendo da ótica de quem o define. O tema é tratado sob várias perspectivas e com imparcialidade para uma melhor avaliaçãoda expressão e seus aspectos, pondo em destaque sua real definição e possíveis variações, tanto positivas quanto negativas.

Palavras-chave: Jeitinho Brasileiro. Aspectos. Variações.

1 INTRODUÇÃO

O “Jeitinho Brasileiro” é atribuído à população brasileira como característica cultural. Com base no que realmente acontece atualmente, podemos ver que para uma mesma característica hávisões e opiniões diferentes.

Inicialmente se abordará o significado e características da expressão, em um segundo momento, as situações que ilustram claramente o uso desta e na sequência, a origem e as atitudes que cada um pode ter para não ultrapassar os limites impostos pela lei e pela sociedade, apelando para valores.

2 O “JEITINHO BRASILEIRO” DE SER

Para lidar comas eventualidades do dia a dia, situações inesperadas, problemas e obstáculos, os brasileiros fazem valer a fama que tem de serem adeptos de um jeitinho próprio, o “jeitinho brasileiro”. É a flexibilidade para encarar regras, aquela forma criativa e específica de reverter os contratempos e levar vantagem sempre com a malandragem e o jogo de cintura que temos contato desde que nascemos, já que écomentada pelos meios de comunicação e presenciada nos atos das pessoas que nos cercam.

Barbosa (1992) afirma:
Para todos, grosso modo, o jeitinho é sempre uma forma ‘especial’ de se
resolver algum problema ou situação difícil ou proibida; ou uma solução
criativa para alguma emergência, seja sob a forma de burla a alguma re-
gra ou norma preestabelecida, seja sob a forma deconciliação, esperte-
za ou habilidade. Portanto, para que uma determinada situação seja con-
siderada jeito necessita-se de um acontecimento imprevisto e adverso
aos objetivos do indivíduo. Para resolvê-la, é necessária uma maneira
especial, isto é, eficiente e rápida para tratar do ‘problema’. Não serve
qualquer estratégia. A que for adotada tem que produzir os resultados
desejados a curtíssimoprazo. E mais, a não ser estas qualificações,
nenhuma outra se faz necessária para se caracterizar o jeito. Não impor-
ta se a solução encontrada for definitiva ou não, ideal ou provisória,
legal ou ilegal.

Recursos antiéticos, pagamento de propina e suborno, apelo emocional e chantagens são só algumas atitudes e artimanhas que os considerados “malandros” usam. Quando falamos destesmalandros adeptos do jeitinho, anulamos toda a diversidade existente, tanto de classe social como étnica, cultural etc. e adquirimos uma classificação homogênea, não distinguindo os milhões de brasileiros uns dos outros, mantendo uma posição igualitária e uma homogeneização positiva na sociedade, já que o que importa é manter-se sem preconceitos e perceber que o brasileiro em geral é cordial,criativo, alegre e conciliador. Quem sabe sejam essas características que nos diferem de outros povos, a amizade é muito levada em conta tanto em relações pessoais como profissionais.

Contudo, o modo de utilizar o “jeitinho” muda de acordo com camada social ou até mesmo personalidade. Os que são financeiramente favorecidos geralmente usam o dinheiro como veículo para tirar vantagem.Podemos ter alguém que oferece dinheiro para um guarda de trânsito não aplicar uma multa como exemplo. Mas há aqueles que são de camada social inferior, que usam da argumentação como meio, englobando ainda mais o “jeitinho” já que realmente é o jeito da pessoa que fará alguma diferença, até porque é muito mais fácil conseguirmos o que queremos sendo gentis do que sendo firmes. Fala mansa, simpatia...
tracking img