Tcc terapia intensiva neonatal

1 - Introdução

    Este estudo foi inserido na linha de pesquisa o cuidar no processo saúde-doença, na área predominante enfermagem no Cuidado à Saúde da Criança e do Adolescente.

            Tem como tema: Assistência de enfermagem frente à humanização na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal.
            Como objeto de estudo a assistência de enfermagem e a humanização dosprofissionais na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN).
Fomos motivados a escolher o tema assistência de enfermagem frente a humanização na UTIN, pois em nossos ensinos clínicos referentes a saúde da criança e adolescente, foi observado que o ambiente da UTIN incomoda aos recém-natos (RN), que demostram agitação mediante à luminosidade e aos ruídos que são produzidos pelos aparelhos que osmonitorizam. Também foi observado que o vínculo neonato-família é muito pequeno, que os pais tem um certo receio em manusear e acariciar os neonatos, mediante às situações que os cercam. Nossa motivação veio do desejo de contribuir para a adequação do ambiente bem como fortalecer a relação RN-família.
A UTIN é uma unidade que conta com equipamentos e uma equipe multiprofissional para aadmissão do recém–nascido de baixo peso. É um ambiente frio e traumatizante que reúne aparelhos ruidosos, onde os neonatos convivem com inumeras terapias agressivas, estressantes e dolorosas, que refletem negativamente no cuidado aos recem-nascidos, pois proporcionam a eles uma experiência muito diferente do ambiente uterino, o qual ja estavam acostumados.
Para os pais a UTIN é um ambiente deesperança e de medo. Esperança por saberem que é um local preparado para cuidar de seus filhos, e medo por saberem os riscos que ocorrem em tal ambiente, sofrem também com a frustração por não estarem preparados para tal separação (MOREIRA; RODRIGUES; BRAGA; MORSCH, 2003). Desta forma surgiu em nossas mentes a seguinte problematização: Quais serão as ações utilizadas pela enfermagem para ahumanização na UTIN?
Como objetivos: Identificar na literatura quais as ações de enfermagem que contribuem para a Humanização da assistência na UTIN.
JUSTIFICATIVA

 O ambiente da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) propicia uma experiência ao recém-nascido bastante diferente daquela do ambiente uterino, uma vez que este é o ideal para o crescimento e desenvolvimento fetal,pois possuem características distintas, como temperatura agradável e constante, maciez, aconchego, e os sons extra-uterinos são filtrados e diminuídos. Nesse contexto, “o surgimento dos Centros de Terapia Intensiva (CTI) trouxe um universo mais amplo à assistência aos recém-nascidos, permitindo a sobrevivência de bebês que teriam poucas chances há alguns anos” (CARVALHO, 2001).
Éincontestável a importância da UTIN para os neonatos doentes, porém, esta unidade, que deveria zelar pelo bem-estar da criança em todos os seus aspectos, é por excelência um ambiente nervoso, impessoal e até temeroso para aqueles que não estão adaptados às suas rotinas. Tal ambiente é repleto de luzes fortes e constantes barulhos, mudanças de temperatura, interrupção do ciclo do sono, visto que sãonecessárias repetidas avaliações e procedimentos, acarretando, muitas vezes, desconforto e dor.
De acordo com dados preliminares do Ministério da Saúde, na última década, o percentual de crianças nascidas com menos de 2,5 kg (baixo peso) teve ligeiro aumento. Em 2000, eles representavam 7,6% dos bebês nascidos vivos. No ano de 2010, o índice subiu para 8,4%, aumentado significativamente o número derecém-nascidos na UTI Neonatal (BRASIL, 2011).
Com o objetivo de dar conta da complexidade que é assistir o RN em uma UTIN e enfatizar a importância do envolvimento da equipe de enfermagem na assistência a mãe/RN, ressaltamos a necessidade de humanizar essa assistência, facilitando a interação entre profissional-neonato-família. Esse cuidado...
tracking img