Tcc redes sociais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3685 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Centro Universitário Augusto Motta




Curso de Ciência da Computação

Trabalho de conclusão de curso






A ACESSIBILIDADE NA WEB: UMA VISÃO ABRANGENTE DAS REDES SOCIAIS
por




Lincoln Fernandes Araujo Vitor Pinheiro Mello
08104318





Rio de Janeiro
2011/2
Centro Universitário Augusto Motta
Curso de Ciência da Computação

Trabalho deConclusão de Curso





A ACESSIBILIDADE NA WEB – uma visão abrangente das redes sociais





Trabalho acadêmico apresentado ao Curso de Ciência da Computação da UNISUAM, como parte dos requisitos para obtenção do Título de Bacharel em Ciência da Computação.




por:
LincolnFernandes Araujo
Vitor Pinheiro Mello


Professor-Orientador:
Marco Antônio
Professor Convidado:
Paulo Mota



Rio de Janeiro - RJ
2011/2

Resumo. O presente artigo propõe-se a apresentar um estudo analisando a acessibilidade na web, com ênfase numa redesocial bastante popular – o Facebook - mostrando como é difícil o acesso para deficientes, principalmente visuais, e o que poderia ser melhorado para que a sociedade em geral seja capaz de participar do universo virtual.


Palavras-chave: Facebook, NVDA,Tecla ALT, TAB, Color Oracle, Validador.





A questão de acessibilidade na internet precisa levar em conta todos oscuidados necessários e fazer com que todos sejam cumpridos para que pessoas com incapacidades utilizem algum dispositivo ou plataforma específica consigam acessar seus serviços. Esta questão de particularidades torna-se lei e cada país cria sua própria legislação, tendo como exemplo o Section 5081[1] nos EUA e o decreto nº 5.2962[2], artigo 47 no Brasil. O artigo está organizado da seguinte maneira:introduzimos as diretrizes do Web Content Accessibility Guidelines 2.0 - WCAG, explicando a fundo cada uma para um melhor entendimento do leitor; apresentamos o Color Oracle e citamos suas principais características; citamos alguns leitores de tela populares na web e explicamos como funcionam; em seguida temos uma breve análise de uma rede social que atualmente está em alta no mundo a fora, oFacebook³, examinando e relatando idéias de melhorias relacionadas a acessibilidade do site.


Quando uma aplicação é considerada desenvolvida para o ambiente web, diversos componentes estão presentes e relacionados: o desenvolvedor, o usuário e o conteúdo. O conteúdo é o elemento central e flutuante entre os demais, devendo ser corretamente interpretado. Em 1994 foi fundado o World Wide WebConsortium - W3C, um consórcio internacional no qual organizações filiadas, uma equipe em tempo integral e o público trabalham de forma colaborativa para desenvolver padrões para a web. Dentre estes padrões há as especificações técnicas e as diretrizes específicas de acessibilidade. Em abril de 1997 foi criado um grupo da W3C denominado de Web Acessibility Iniative – WAI, responsável por criarestratégias, recomendações e recursos para tornar a web acessível. Suas recomendações abrangem a acessibilidade de três elementos: o conteúdo utilizando o WCAG, as ferramentas de autoria, seguindo o Authoring Tool Accessibility Guidelines – ATAG e os agentes do usuário, guiados pelo User Agent Accessibility Guidelines - UAAG.


As Diretrizes de Acessibilidade para o Conteúdo da Web (WCAG)2.0 abrangem uma vasta gama de recomendações para tornar o conteúdo da web mais acessível. O cumprimento destas diretrizes fará com que os conteúdos fiquem acessíveis a um maior número de pessoas com incapacidades, incluindo cegueira e baixa visão, surdez e perda de audição, incapacidades ao nível da aprendizagem, limitações cognitivas, movimentos limitados, incapacidades ao nível da fala,...
tracking img