Taylorismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5779 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
XII SIMPEP – Bauru, SP,Brasil, 6 a 8 de novembro de 2006

Pós-fordismo ou neofordismo? Ensaio e reflexões sobre a realidade
no mundo do trabalho.
Linderson Pedro da Silva Filho (Faculdade Maurício de Nassau) Linderson pedro@uol.com.br

Resumo:No mundo em geral, e principalmente a partir da década de 1970, as pessoas
apregoam o declínio do modo fordista de produção e a sua substituição pelochamado
pós-fordismo, que prega uma ruptura radical com aquele sistema através de novos
métodos de produção e mudanças nas relações entre os trabalhadores e patrões. Outras
correntes defendem que não houve uma ruptura do modo fordista, mas uma adaptação
às novas demandas sociais, políticas e econômicas desta época, que foi denominada de
neofordismo. Destacando-se três argumentos para aexistência desta concepção: a
idealização do fordismo no Japão, o forte controle existente até hoje nas organizações e
a constatação da existência do fordismo na nossa época.
Conclui-se que o estudo sobre o fordismo, inclusive aquele que existe ainda
hoje, não findou ainda, quanto mais sobre o suposto paradigma do pós-fordismo. A
percepção é que fordismo, neofordismo e pós-fordismo são modelos queandam juntos e
não se separarão por muito tempo.
Palavras-chave: Fordismo; Pós-fordismo; Neofordismo
1.Introdução

Há uma discussão pulsante sobre o mercado de trabalho no mundo e suas
metamorfoses, principalmente as transformações socorridas nos últimos trinta anos.
Estas transformações estão alterando as relações entre trabalhadores e patrões e o
mundo em geral, principalmente após aassunção do suposto paradigma do pósfordismo, que veio opor-se ao paradigma vigente do modo fordista de gestão e
produção. Serão discutidas algumas teorias muito importantes relacionadas ao mundo
do trabalho e se houve ou não o declínio do modo fordista de produção. A próxima
seção abordará a sistemática do fordismo e suas implicações; na subseqüente, haverá o
debate sobre o pós-fordismo e assuas inovações no mundo do trabalho; posteriormente,
haverá a discussão sobre o significado do termo neofordismo e por último, será proposta
a conclusão do trabalho.

2.Fordismo
O fordismo, idealizado por Henry Ford, surgiu como uma “reação” à
sistemática de produção de veículos existentes no começo do século XX. No modo de
produção antigo, o ritmo de trabalho e a qualidade deste dependiammuito da habilidade
dos artesões que eram verdadeiros artistas da arte mecânica.
A sistemática do fordismo é muito simples, mas extremamente inteligente,
utilizando fortemente na produção práticas tayloristas. Conforme Larangeira (1997),
constitui-se num modo de produção baseado em inovações técnicas e organizacionais
que se articulam, tendo em vista a produção em massa, no caso da Ford o modelode
veículo chamado T, onde há a radical separação entre a concepção e a execução do
trabalho fabril. Para colocar em prática o seu modelo, Ford elaborou três princípios
básicos sobre a gestão da produção (TENÓRIO, 2000):
• Princípio da intensificação: consiste em diminuir o tempo de
produção com o emprego imediato dos equipamentos e da matériaprima, visando a rápida colocação do produto nomercado;
• Princípio da economicidade: consiste em reduzir ao máximo o
volume de estoque da matéria-prima;
1

XII SIMPEP – Bauru, SP,Brasil, 6 a 8 de novembro de 2006

Princípio da produtividade: consiste em aumentar a capacidade de
produção do homem no mesmo período através da especialização e
da linha de montagem.
O processo de execução deste modelo industrial fundamenta-se na linha demontagem e esta acoplada a uma esteira rolante, que dita o ritmo da produção e permite
aos operários realizarem as operações, que são muito simplificadas, de modo veloz e
com a técnica mais apropriada, segundo especialistas, para cada etapa da produção. Os
trabalhadores eram submetidos a um cumprimento rigoroso das normas fabris, a uma
rígida disciplina e punições exemplares. O objetivo...
tracking img