Taylor , ford , fayol e max weber

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1947 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
Henry Ford (Springwells, 30 de julho de 1863 — Dearborn, 7 de abril de 1947), fundador da Ford Motor Company e o primeiro empresário a aplicar a montagem em série de forma a produzir em massa automóveis em menos tempo e a um menor custo.
A ele é atribuído o "Fordismo", isto é, a produção em grande quantidade de automóveis a baixo custo por meio da utilização do artifício conhecidocomo "linha de montagem", o qual tinha condições de fabricar um carro a cada 98 minutos, além dos altos salários oferecidos a. seus operários. Ford via no consumismo uma chave para a paz, o que o levou certa vez a dizer: "o dinheiro é a coisa mais inútil do mundo; não estou interessado nele, mas sim no que posso fazer pelo mundo com ele.
Foco de analise
Ford é considerado o primeiro a implantarum sistema de produção em série. O engenheiro americano notou que era muito mais barato e rápido produzir um modelo de automóvel padronizado. De acordo com o sistema fordiano de produção (também conhecido como Fordismo), o automóvel passava por uma esteira de montagem em movimento e os operários colocavam as peças. Logo, cada operário deveria cumprir uma função específica. Desta forma, existiamoperários para determinadas funções (pintura, colocar pneus, direção, motor, etc). Neste sistema, um automóvel era montado em apenas 98 minutos.

O legado de Ford
As idéias de Henry Ford modificaram todo o pensamento da época, foi através delas que se desenvolveu a mecanização do trabalho, produção em massa, padronização do maquinário e do equipamento, e por conseqüência dos produtos, fortesegregação do trabalho manual em relação ao trabalho braçal - o operário não precisava pensar apenas como fazer seu trabalho, mas efetuá-lo com o mínimo de movimentação possível. Ele também implementou a política de metas, mesmo não possuindo esse nome, afirmando que X carros deveriam ser produzidos em Y dias. Além disso, ele revolucionou o tratamento dispensando aos trabalhadores, pois melhorou osalário deles; segundo Ford, ao mesmo tempo em que, pelo pagamento de um salário substancial para aqueles que trabalhavam com a produção e a distribuição, ocorria o aumento de poder de compra proporcionalmente, criando um movimento econômico cíclico. Por esses motivos pode-se dizer que Henry Ford tornou-se um grande marco, sendo hoje muito estudado nas áreas de administração.Princípios de Ford
ü Princípio da intensificação: Consiste em diminuir o tempo da produção com o emprego imediato dos equipamentos e da matéria – prima e a rápida colocação do produto no mercado.
üPrincípio da economicidade: Consiste em reduzir ao mínimo o volume do estoque da matéria – prima em transformação.
ü Princípio de produtividade: Consiste em aumentar a capacidade de produção do homem nomesmo período através da especialização da linha de montagem.

CONCLUSÃO
A racionalização do trabalho, o estudo e o detalhamento, à exaustão, de suas etapas componentes, redunda em exigir a presença de um homem alinhado com essa racionalização: o homem necessita estar psicologicamente adaptado à produção fordista. Na fábrica, o trabalhador desenvolve atividades automáticas, maquinais, queexigem notável dispêndio de energia física; trata-se de se fazer um trabalho repetitivo. O Fordismo necessita também ganhar vida fora de fábrica e é preciso que os operários conservem um estado físico e psicológico para não prejudicar a primazia da produção. O Fordismo se estende da fábrica à casa do operário; são as proibições, as prescrições morais e regras de comportamento que precisam serseguidas, tudo em vista do bem-estar da produção racionalizada. Todas as "doenças" devem ser combatidas: o alcoolismo, a indolência, a resistência sindical. Trata-se de construir uma nova visão do mundo, ou seja, "a partir de seus ritmos e de suas modalidades organizativas racionais e mecanizadas, a definição de um estilo de vida capaz de uma ética puritana, em oposição a comportamentos dissipados e...
tracking img