Taxonomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1795 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Identificar um processo de negócio relevante, dentro do ambiente real de uma empresa

Processo Arbitral
A arbitragem no direito brasileiro é uma forma alternativa ao Poder Judiciário de dirimir conflitos, através da qual as partes estabelecem em contrato ou simples acordo que vão utilizar o juízo arbitral para solucionar controvérsia existente ou eventual em vez de procurar o poderjudiciário.

2. Desenvolver a natureza do processo, identificando entradas, decisões associadas e saídas.

* Contratar entidade responsável pela Administração do procedimento arbitral e providenciais necessárias para a indicação de um árbitro único ou de 3 (três) árbitros.

* Contratar Perito para diligência pericial - O perito nomeado, deve estar ciente do Regulamento, do Regimento e dosdemais Procedimentos da Câmara de Arbitragem.

* As partes se submeterão ao Juízo Arbitral, nos termos da Lei nº 9.307/98, a solução definitiva de conflito decorrente do contrato.

* Descrever a controvérsia conforme artigo 10, III – Lei 9.307/96.

* Os árbitros julgarão de acordo com a legislação brasileira conforme art. 11, II e IV – Lei 9.307/96.

* Determinar as Regras doProcesso Arbitral. Em que local serão realizadas as reuniões, horários e todas as regras que garantam os direitos e as liberdades das partes, assim como a plena transparência do processo.

* Convencionar que as custas e os honorários da arbitragem deverão ser custeados igualmente, independente do resultado do seu julgamento.

* A sentença arbitral deverá ser apresentada no prazo de180 (cento e oitenta dias) conforme art. 11, III da Lei 9.307/96.
Fluxograma Processo Arbitral

Entradas, Saídas, Controles e Mecanismos (Obrigatório constar no Glossário) |
IIdentificação | Descrição do Processo | O/D | Descrição da Origem/Destino |
E | Pedido de resolução | O | Réu |
E | Pedido de resolução | D | Juíz |
E | Solicitação de parecer técnico | O | Réu |
S | Parecertécnico | O | Perito |
S | Parecer técnico | D | Réu |
S | Solução de controvérsia | O | Juíz |
S | Solução de controvérsia | D | Réu e Autor |
M | Sites sobre pesquisas de jurisprudências | | |
C | Leis e regulamentos de Câmara de Arbitragem | | |

3. Identificar objetos de conhecimento relevante para o processo decisório.

Regulamento Da Câmara De Arbitragem Do DF. *Das Provas - Artigos 30 a 35, * Da Perícia E Formulação De Quesitos – Artigo 31 - parágrafos 1º e 2º, * Indicação Do Perito e Assistentes Técnicos – Artigo 31 – parágrafo 2º, * Laudo Pericial - Artigo 31 - parágrafos 3º, 4º, 5º, 6º. | Código De Processo Civil * Da Prova Pericial – Artigos 420 a 439 |
Artigo 30 - O juiz arbitral pode admitir ou não a produção de provas destinadas ao seuconvencimento, não estando subordinado as regras legais relativas à prova | CPC Art.420 - A prova pericial consiste em exame, vistoria ou avaliação. 
Parágrafo único - O juiz indeferirá a perícia quando: 
I - a prova do fato não depender do conhecimento especial de técnico; 
II - for desnecessária em vista de outras provas produzidas; 
III - a verificação for impraticável. |
Artigo 31 -Parágrafo 1º - Revelando-se imprescindível a prova pericial, será determinada, realizando-se a diligência logo após a apresentação das alegações escritas e antes da prova oral. | CPC Art. 421 - O juiz nomeará o perito fixando de imediato o prazo para a entrega do laudo. |
Artigo 31- Parágrafo 2º - O juiz arbitral, marcará dia e hora para diligência, ensejando o prazo de 5(cinco) dias, a partir dacomunicação hábil, para o oferecimento de quesitos e indicação de peritos, um para cada parte, ressalvadas a aquiescência de ambas quanto ao nome de um só perito. | CPC Art. 421 - Parágrafo 1º - Incumbe às partes, dentro em cinco (5) dias, contados da intimação do despacho de nomeação do perito; 
I - indicar o assistente técnico; 
II - apresentar quesitos. 
CPC Art. 426 - Compete ao...
tracking img