Tamanho de unidade de amostra e intensidade amostral para espécies comerciais da amazônia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4651 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
TAMANHO DE UNIDADE DE AMOSTRA E INTENSIDADE AMOSTRAL PARA ESPÉCIES COMERCIAIS DA AMAZÔNIA
Francisco José de Barros Cavalcanti1; Sebastião do Amaral Machado2; Roberto Tuyuoshi Hosokawa3
2 1 Eng. Florestal, Dr., UFAM, Manaus, AM, Brasil - fjbcavalcanti@ufam.edu.br Eng. Florestal, PhD, Depto. de Ciências Florestais, UFPR, Curitiba, PR, Brasil, Pesquisador 1A do CNPq - samachado@ufpr.br 3 Eng.Florestal, PhD, Depto. de Ciências Florestais, UFPR, Curitiba, PR, Brasil, Pesquisador 1B do CNPq - rth@japan.org.br

Recebido para publicação: 26/09/2007 – Aceito para publicação: 04/06/2008

Resumo O objetivo desta pesquisa foi definir a intensidade de amostragem suficiente para atender à exigência atual do Ibama, que limita em 10% o erro amostral para as variáveis abundância, área basal evolume de árvores adultas, de espécies comerciais em planos de manejo florestal. Para isso, foram simuladas amostragens com diferentes tamanhos de unidades amostrais sobre uma área de 1000 ha localizada no município de Sena Madureira, no estado do Acre, a qual foi inventariada através de enumeração completa (censo florestal), com localização espacial de todas as árvores com diâmetro ≥ 40 cm. A seleçãodo tamanho das unidades amostrais foi baseada na estabilidade do Coeficiente de Variação, no menor erro amostral, no menor número dimensionado de unidades de amostra e na praticidade da aplicação da metodologia em campo. As intensidades de amostragem definidas, de 11% para 1 ha, e de 13% para 2 ha, sugerem a alternativa de estabelecimento de diretrizes de amostragem menos onerosas. Foi proposta adesobrigação do inventário diagnóstico em áreas privadas, tendo em vista que as licenças de exploração são dadas com base apenas no censo florestal. Para as florestas públicas, todavia, foi proposto o estabelecimento de um sistema de amostragem padrão, com custo prefixado e reduzido ou limite de erro maior. Palavras-chave: Inventário amostral; tamanho de unidades amostrais; Floresta Amazônica.Abstract

Size of sampling unit and sampling intensity for commercial species from the Amazonian Forest. The objective of this research was to define the minimum necessary intensity of sampling to attend to the current legal demand of IBAMA that limits in 10% the sampling error for the variables: abundance, basal area and volume of adult trees, of commercial species in forest management plans. Theselection of the sampling size unit was based on the stability of the Coefficient of Variation, with the minimum acceptable sampling error, with the smaller number of sampling units and regarding the practical applicability of the methodology in the field. The resultant sampling intensities of 11% with plot of 1 ha, and with 13%, for 2 ha plots, suggest that IBAMA could adopted less onerousalternatives. The non-obligation of a diagnostic inventory was proposed on private areas, given the fact that logging permits issued by this governmental agency are based upon the forest census (100% inventory). To the public forests, however, it was proposed the establishment of a standard sampling system with pre-established and reduced costs or greater sampling error. Keywords: Forest inventory;size of sampling units; Amazonian Forest.

INTRODUÇÃO O governo brasileiro, através da Lei 11.284, de 2 de março de 2006, para a gestão de florestas públicas, tomou uma importante iniciativa no sentido de promover o uso sustentável das florestas nacionais, estabelecendo três modelos de gestão: unidades de conservação, destinação não-onerosa para o uso comunitário e contratos de concessão florestal.Na mesma lei foi criado o Serviço Florestal Brasileiro, que será gestor das florestas públicas brasileiras. Entre as atribuições do Serviço Florestal Brasileiro, constam promover e gerenciar a concessão das florestas públicas. O Decreto 6.063, de 2007, estabelece que as concessões se dêem por licitação, sendo vencedora a proposta que maior pontuação obtiver no preço ofertado pelos produtos...
tracking img