Suicidio na adolescencia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2130 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O suicídio (2)
O suicídio, segundo Bouchard, se define como o ato intencional de matar a si mesmo. É um comportamento que procura encontrar a solução para um problema existencial, em que a pessoa não vê alternativa se não atentar contra a própria vida.
Émile Durkheim, considerado o pai da sociologia moderna, definiu o suicídio como um ato de muitas relações sociais e também concluiu que osuicídio pode ser causado por vínculos e relações sociais fracas. Para Durkheim (1995) o vinculo social é composto de dois fatores: a integração social, que é a ligação que uma pessoa tem a outros indivíduos dentro de uma sociedade, e a regulação social, que é a ligação com as normas da sociedade. Para ele, quando algum desses dois fatores aumenta drasticamente a um extremo, as taxas de suicídio podemaumentar.
Durkheim definiu três tipos de suicídios: o suicídio egoísta, o suicídio altruísta e o suicídio anômico.
1) O suicídio egoísta trata-se de quando uma pessoa tem poucos laços sociais que possam impedir que o indivíduo se mate. Quando a pessoa tem laços fracos com a sociedade, o término com a vida não vai causar um impacto tão grande na sociedade. Por exemplo, isso acontece muito entreos divorciados, segundo Durkheim, quando um casal termina o relacionamento e um dos dois se mata para poder aliviar o problema. O indivíduo sempre se mata para parar de sofrer.
2) O suicídio altruísta é o oposto do egoísta. Em este, o individuo tem laços fortes com a sociedade, de maneira que o individuo vê sua morte como um modo de trazer beneficio para a sociedade. O suicídio altruísta podeocorrer de duas formas diferentes. A primeira é quando o individuo se vê inútil, sem importância ou oprimidos pela sociedade, e assim preferem se suicidar. A segunda ocorre quando um indivíduo vê a sociedade sem importância e termina se sacrificando pelo ideal de que fará bem à sociedade.
3) O suicídio anômico acontece quando as normas e as leis que regem a sociedade não estão de acordo com asmetas e objetivos da vida de uma pessoa. Quando um indivíduo não se identifica com as normas da sociedade, o suicídio passa a ser uma alternativa de escape. Em outras palavras a anômia existe quando há uma relação fraca entre o individuo e as normas sociais. Segundo Durkheim esse tipo de suicídio ocorre muito entre suicidas protestantes.
Para Cassorla (1992), a ideia e a tentativa suicida são oselementos que levam o individuo a uma ação de desespero que tem como objetivo a volta para um estado que o autor chama de “fusão idealizada primitiva”. O suicídio contém um conteúdo complexo e confuso que são os componentes de autodefesa. Em sua fantasia, o suicida vê na morte a última possibilidade para se livrar do problema que o cerca, à medida que a morte significa o fim da dor e da angústia,pois como a morte é percebida como um mundo sem necessidades e a pessoa não volta mais, o suicida vivencia isso de maneira confusa y vê na morte, a solução de seus problemas.

No entender de Cassorla (1992), a ansiedade depressiva leva principalmente os jovens a buscar um escape de sua tristeza, com o uso de bebidas, drogas e velocidade. Este é um sentimento vivenciado numa mistura de esperançade não submeter-se às ansiedades projetadas.
Cassorla (1992) demonstra, além dos componentes psicológicos, os componentes sociais e culturais do suicídio e ressalta que o Brasil é o segundo país com a pior distribuição de renda, o que gera uma deterioração nas condições de vida do brasileiro, caracterizando-se estes como indicadores de autodestruição.

Quanto à análise das fantasias relacionadasà autodestruição, Cassorla (1992) ressalta que não é possível compreender o elemento autodestrutivo se não se investiga as fantasias relacionadas às consequências desse ato. No entanto, a maneira como estas fantasias do inconsciente se desenvolvem é individual de cada individuo. O autor cita algumas fantasias, estas são: fantasias de culpa, de vingança, de terror, fuga do sofrimento, encontro...
tracking img