Sped

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1074 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de outubro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE ISEIB DE BELO HORIZONTE - FIBH
CURSO: BACHAREL EM CIENCIAS CONTÁBEIS













PROJETO SPED
Nota Fiscal Eletrônica


















BELO HORIZONTE
2014
ANA PAULA DA SILVA COSTA
DAIANA MOREIRA DE OLIVEIRA
ERICKSON DO AMARAL BARBOSA
IEDA FERREIRA CAMPOS
ISIS GAUDÊNCIO RODRIGUES
KARINA TEXEIRA BARROS
MARIA DAS DORES MOREIRA DE SOUZA
NARAVIEIRA DIAS SANTANA
NATALIA DE CAMPOS
REGINALDO FERREIRA DO NASCIMENTO





PROJETO SPED
Nota Fiscal Eletrônica




Trabalho interdisciplinar apresentado à disciplina Projeto Integrador, como exigência para avaliação em disciplinas do 1° período na FIBH do Curso Bacharel em Ciências Contábeis da Faculdade Iseib BH – FIBH, Campus Belo Horizonte.
Orientador: Profº Ronaldo Borges SimõesBELO HORIZONTE
2014
Sumário


1 INTRODUÇÃO
A tecnologia da informação chegou aos cofres públicos, o reflexo se deu entre tantos, com a Nota Fiscal Eletrônica NF-e que aboliu a Nota Fiscal modelo1, a sistemática é vantajosa também para as empresas que conseguem arquivar eletronicamente sua movimentação fiscal, conseguindo rápidas pesquisas com a legitimidade de um documentoeletrônico.
Em nível de fiscalização, nem se fala, onde o cruzamento de dados é feito em tempo real, uma vez que a NF-e é de conhecimento dos governos no ato de sua emissão. Sonegar virou coisa do passado.
O SPED Fiscal vem como meio de ler as informações construídas pelas NF-e, e quaisquer outras movimentações fiscais obtidas pelas empresas dentro de cada mês.
A movimentação do mês vigente para asempresas, cujo regime tributário seja débito e crédito deve ser informado até o 25°vigésimo quinto dia do mês subsequente em forma de SPED Fiscal, constando a respectiva apuração do ICMS, se crédito ou débito.
Vamos falar nesse trabalho um pouco das duas funcionalidades.

1.1 TEMA
O tema deste trabalho é Sistema Público de Escrituração Digital e Nota Fiscal Eletrônica.
1.2 OBJETIVOGERAL
O objetivo do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) instituído pelo Decreto n°6.022 de 22/01/2007 é promover a atuação integrada dos fiscos federal, estadual e municipal mediante a padronização, a racionalização das informações e o acesso compartilhado à escrituração digital por pessoas legalmente autorizadas na forma do convenio ICMS n°143, de 15/12/2006.

1.3 OBJETIVOSESPECIFICOS
Verificar os fatores relevantes a SPED Fiscal e requisitos necessários para implantação da NF-e.
Analisar o processo integralizado do contribuinte com o governo.
Avaliar o conceito e o surgimento da NF-e e entender como ocorre o processo de emissão.

1.4 JUSTIFICATIVA
Com este trabalho buscamos melhorar nosso entendimento com base em pesquisas sobre o Projeto Sped.
Melhorarmoscomo acadêmicos, aprendendo a executar cada vez melhor nossos trabalhos do Projeto Integrador nos preparando para o nosso trabalho de conclusão de curso.
No âmbito institucional além de aprender com nossos professores conseguir também passar conhecimento para nossos colegas de estudo.

2 REFERNCIAL TEÓRICO
Neste trabalho teremos como principal referencia o Sistema de escrituração digital Sped,Instituído pelo Decreto nº 6.022, de 22 de janeiro de 2007, o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento do Governo Federal (PAC 2007-2010) e constitui-se em mais um avanço na informatização da relação entre o fisco e os contribuintes.
Falaremos mais especificamente sobre um dos seus projetos, a Nota Fiscal Eletrônica, que começou a serdesenvolvida a partir da assinatura do Protocolo ENAT (Encontro Nacional de Administradores Tributários) 03/2005, de 27/08/2005.
A busca pela ampliação e modernização da Administração Tributaria relaciona-se á forma federativa adotada pelo estado brasileiro. A União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, são providos de autonomia política, administrativas e financeiras, estando suas...
tracking img